Tipos de Câncer

Câncer de Próstata

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

O olhar de uma esposa sobre o câncer de próstata

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 30/06/2016 - Data de atualização: 30/06/2016


Embora o câncer de próstata seja uma doença exclusivamente masculina, seus efeitos podem também atingir as mulheres em suas vidas. Como resultado, as esposas, filhas e mães também são afetadas e muitas vezes com sentimentos de impotência para reagir à situação.

Carla, de 31 anos, descobriu esse sentimento após o chocante diagnóstico de câncer de próstata em Davi, seu marido.

"Acho que as mulheres são naturalmente maternais e por isso queremos tirar a dor," disse . "No caso do meu marido não havia absolutamente nada que pudesse fazer. A única coisa era dar-lhe paz do meu lado e todo meu apoio."

O diagnóstico do Davi foi alguns meses antes de seu aniversario de 38 anos, durante uma consulta de rotina. Como seu pai teve câncer de próstata, as chances dele para tê-lo duplicaram-se. Seu médico então quis verificar seu nível PSA para iniciar uma linha de base para futuros check-ups, quando reparou que algo estava errado.

Quando os resultados chegaram com um PSA de 8.1, havia motivo para preocupação. Mais tarde, uma biópsia confirmou que Davi realmente tinha câncer de próstata em quatro, dos seis quadrantes de amostras retiradas da próstata durante o exame.

"Imediatamente comecei a chorar quando soubemos do resultado da biópsia – foi devastador," recorda ela. "Antes dos resultados, Davi não queria pensar que o câncer de próstata era uma possibilidade. Entretanto, depois de ouvir a notícia, ele estava muito zangado e queria saber por que isso estava acontecendo com ele."

Muito chateado com seu diagnóstico, Davi se sentiu frustrado com as lágrimas da esposa. Ele esperava que ela seria capaz de manter as rédeas. A partir daí, Carla tentou encontrar uma maneira diferente de lidar com seus problemas em um esforço para aliviar a ansiedade do marido. "Eu sabia que naquele momento ele estava falando de medo e raiva," disse Carla. "Suas frustrações também indicaram que precisava para colocar meus sentimentos um pouco de lado. Eu queria estar lá para apoiá-lo, e não sobrecarregá-lo com meu próprio sofrimento."

É importante para o familiar ou cuidador de pacientes que estão em tratamento se lembrar de encontrar tempo durante o dia para si mesmo e fazer um balanço de seus próprios sentimentos. Encontrar coisas agradáveis para fazer, mesmo que apenas por alguns minutos, pode ajudar a recarregar a mente e elevar o espírito. Também é recomendável que encontrem uma saída para seus próprios sentimentos  procurando grupos de apoio, ou recorrendo aos amigos e familiares.

Para Carla, correr algumas vezes por semana se tornou "aquela saída" tão necessária para aliviar o estresse. Ela se aproximou de sua mãe e amigos para encontrar conselhos e também como uma maneira de expressar suas preocupações. "Ter esse sistema de apoio foi muito importante para ajudar a equilibrar minhas emoções, uma vez que todos esses sentimentos eram completamente estranhos para mim," disse.

Em 2007, Davi foi submetido a uma prostatectomia robótica. O caminho para a recuperação foi longo e difícil para o casal. Carla lembra-se particularmente de quão desagradáveis foram as primeiras semanas para Davi quando estava com um cateter.

Durante todo esse tempo, Carla convidava amigos e familiares para animar o marido. O casal também gostava de passear juntos, discutindo seus sentimentos.

Hoje, totalmente recuperado da cirurgia, Davi não apresenta nenhum dos efeitos colaterais associados a uma prostatectomia. E desde a recuperação, Davi tornou-se um triatleta apaixonado.  

Hoje, Carla dá o crédito ao diagnóstico como responsável por proporcionar  ao casal o despertar de uma nova vida.

"Quando você passa por uma situação que poderia tirar a pessoa que você ama, você dá um passo atrás e repensa em tudo o que está fazendo com sua vida," comenta. "Realmente faz você pensar sobre o que é importante... Meu marido e eu, temos agora, uma nova perspectiva dessa importância de se aproveitar a vida cada dia."


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive