Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

O controle do doente de câncer

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 20/08/2021 - Data de atualização: 20/08/2021


O diagnóstico precoce dos vários tipos de tumor e os novos medicamentos resultaram, nos últimos anos, em aumento na sobrevivência dos doentes portadores de câncer. Em grande parte dos casos por permitir a resolução do problema. Entretanto, muitos pacientes permanecem em tratamento por longo tempo, convivendo com os efeitos colaterais das terapias.

Em 2017, a WeCancer (uma startup) criou um aplicativo para uso nos celulares desses pacientes, colocando-os diretamente sob controle da equipe médica responsável pelo tratamento e gerenciamento dos sintomas, após as sessões de quimioterapia ou radioterapia, quando indicadas.

Esse controle com orientação à distância também colabora para evitar internações desnecessárias.

No caso de pacientes em tratamento pelo SUS (Sistema Único de Saúde) poderia evitar a demora na marcação de consultas de controle para doentes que estão distantes dos grandes centros, acelerando sob orientação médica a resolução de problemas.

Atualmente a WeCancer conta com 2.500 usuários e faz cerca de 800 atendimentos por mês.

A grande vantagem dos apps é o aperfeiçoamento constante de suas plataformas.

Recentemente, o Programa Fapesp Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (Pipe) aprovou projeto que tem por objetivo acrescentar orientação preventiva do tratamento de paciente crônico, com ajuda de inteligência artificial, evitando internações desnecessárias e, assim, reduzindo custos para o paciente e para o governo.

*O diretor-médico da WeCancer é o oncologista Tiago Jorge, o diretor-financeiro, Lorenzo Cartolano, e Cesar Filho é o diretor-executivo.

Fonte: Folha de S.Paulo


 



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive