Tipos de Câncer

Câncer de Rim


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia Sanofi Grunenthal Sirtex Servier Oncologia


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Novidades no Tratamento do Câncer de Rim

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 20/11/2014 - Data de atualização: 01/06/2020


Muitas pesquisas sobre câncer de rim estão em desenvolvimento em diversos centros médicos no mundo inteiro, promovendo grandes avanços nas causas, detecção precoce, diagnóstico e tratamentos. Confira alguns deles.

  • Opções de tratamento para carcinoma de células renais de células não claras

O tipo mais comum de carcinoma de células renais (CCR) é denominada de células claras. Cerca de 20% são subtipos diferentes e denominados CCR de células não claras. Estudos iniciais mostraram que eles não tem uma boa resposta ao tratamento com medicamentos específicos. Mais pesquisas estão sendo realizadas para verificar como cada subtipo de CCR de células não claras se comporta na esperança de que essas informações possam orientar melhor os tratamentos para esse tipo de câncer.

  • Terapia alvo e imunoterapia

Como a quimioterapia não é muito eficaz contra o câncer de rim avançado, combinações de medicamentos para imunoterapia, combinações de imunoterapia com terapia alvo são geralmente a opção de primeira linha no tratamento dos cânceres de rim que não podem ser removidos cirurgicamente ou estão disseminados. Entretanto, mais pesquisas estão sendo realizadas para verificar quais pacientes se beneficiarão com esses tipos de tratamento ou outras combinações específicas.

  • Terapia neoadjuvante

O papel potencial da administração da terapia alvo antes da cirurgia (terapia neoadjuvante) também está sendo estudado. A esperança desses estudos é de reduzir os tumores para permitir uma cirurgia menos extensa e prevenir a disseminação da doença, aumentando as taxas de cura. Isso poderia ajudar os pacientes a manter sua função renal normal.

  • Terapia adjuvante

O papel potencial da administração da terapia alvo após da cirurgia (terapia adjuvante) também está sendo estudado. A esperança com estes estudos é que os pacientes de alto risco se beneficiariam de tomar medicamentos alvo após a cirurgia para reduzir as chances de uma recidiva. Até o momento, o sunitinibe é o única terapia alvo aprovada, mas parece não aumentar a sobrevida dos pacientes.

Paralelamente, à descoberta de novos medicamentos os pesquisadores estão estudando a melhor maneira de combinar e sequência dos já existentes, de modo a encontrar melhores maneiras de selecionar o melhor tratamento para cada paciente, ou seja, identificar fatores sobre o tipo de câncer de cada paciente que o tornam mais suscetível a responder a um determinado medicamento.

  • Prevendo a resposta ao tratamento

Um efeito colateral frequente da terapia alvo é o aumento da pressão arterial. Um estudo mostrou que pacientes que apresentaram hipertensão arterial enquanto tomavam sunitinibe responderam melhor ao tratamento do que aqueles cuja pressão arterial permaneceu normal. Mais pesquisas estão em andamento para verificar quais outros fatores observados durante o tratamento com terapia alvo podem prever quem está com câncer (ou não), para que, se necessário, sejam feitos os ajustes.

Texto originalmente publicado no site da American Cancer Society, em 01/02/2020, livremente traduzido e adaptado pela Equipe do Instituto Oncoguia.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive