Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Novembro Azul: Veja as dúvidas mais comuns sobre o câncer de próstata

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 12/11/2018 - Data de atualização: 12/11/2018


O mês de novembro é marcado pelo “Novembro Azul”, movimento dedicado à saúde do homem e, principalmente, à prevenção do câncer de próstata. No Brasil, a doença é uma das principais causas de mortes entre os homens. Por isso, há uma intensa mobilização ao longo do mês.

O Novembro Azul no Brasil foi inspirado em um movimento internacional com a finalidade de prevenir a doença e financiar pesquisas na área do câncer.

O câncer de próstata é o sexto tipo mais comum no mundo e o de maior incidência nos homens. As taxas da manifestação da doença são cerca de seis vezes maiores nos países desenvolvidos e cerca de 70% dos casos no mundo ocorrem em homens com mais de 65 anos. Quando diagnosticado e tratado no início, apresenta redução do risco de mortalidade.

Segundo o Ministério da Saúde, no Brasil, hoje é a segunda causa de morte por câncer e corresponde a 6% do total de óbitos por este grupo. Um homem morre a cada 38 minutos devido ao câncer de próstata, segundo os dados mais recentes do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

O Nair Antunes Instituto do Câncer (NAIC) é um centro de referência em oncologia que reúne profissionais e equipamentos que consolidam sua condição de tratamento de todos os tipos de câncer. O instituto localizado em Bauru, no interior de São Paulo, esclarece abaixo as principais dúvidas sobre o câncer de próstata.

O que é a próstata?

É uma glândula do sistema reprodutor masculino, que pesa cerca de 20 gramas, e se assemelha a uma castanha. Ela localiza-se abaixo da bexiga e sua principal função, juntamente com as vesículas seminais, é produzir o esperma.

Quais são os sintomas do câncer de próstata?

Na fase inicial, o câncer de próstata não apresenta sintomas e quando alguns sinais começam a aparecer, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura.

Na fase avançada, os sintomas são:

  • Dor óssea;
  • Dores ao urinar;
  • Vontade de urinar com frequência;
  • Presença de sangue na urina e/ou no sêmen.

Quais são os fatores de risco?

São fatores de risco do câncer de próstata: obesidade, histórico familiar (se houver pai, irmão ou tio que apresentou a doença) e raça. Os homens de pele negra sofrem maior incidência deste tipo de câncer.

Como são feitos a prevenção e o tratamento?

A única forma de garantir a cura do câncer de próstata é o diagnóstico precoce. Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 40 anos com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, devem ir ao urologista para conversar sobre o exame de toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, e sobre o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico).

Cerca de 20% dos pacientes com câncer de próstata são diagnosticados somente pela alteração no toque retal. Outros exames poderão ser solicitados se houver suspeita de câncer de próstata, como as biópsias, que retiram fragmentos da próstata para análise, guiadas pelo ultrassom transretal.

A indicação da melhor forma de tratamento do câncer de próstata vai depender de vários aspectos, como estado de saúde atual, estadiamento da doença e expectativa de vida. Em casos de tumores de baixa agressividade há a opção da vigilância ativa, na qual periodicamente se faz um monitoramento da evolução da doença intervindo se houver progressão da mesma.

No NAIC, os pacientes diagnosticados com a doença recebem atendimento humanizado e de alta qualidade. O instituto atua há dez anos, prestando um atendimento personalizado e qualificado, em um ambiente seguro e confortável. Possui uma equipe multidisciplinar de médicos, farmacêuticos, psicólogos, nutricionistas, enfermeiros, dentistas e assistentes sociais.

Para o instituto, a prioridade é o bem-estar dos pacientes, por isso, além do tratamento dos sintomas físicos, são levadas em conta as necessidades emocionais e sociais de toda a família.

Fonte: G1 Bauru e Marília

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2018 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive