top

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Eisai Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Medtronic Takeda Susan Komen Astellas UICC


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

[NOTA] SUS incorpora PET-CT para 4 indicações

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 15/09/2015 - Data de atualização: 15/09/2015


Foram publicadas no último dia 23, no Diário Oficial da União (DOU), portarias do Ministério da Saúde que tornam pública a incorporação do exame PET-CT – tomografia por emissão de pósitrons - no Sistema Único de Saúde (SUS).

O PET-CT passará a ser disponibilizado, em até 180 dias a partir da data da publicação no DOU, para a detecção do câncer de pulmão de não pequenas células potencialmente ressecável; metástase de câncer colorretal exclusivamente hepática e potencialmente ressecável e estadiamento e avaliação da resposta ao tratamento do linfoma de Hodgkin e linfoma não Hodgkin.

Tomografia por emissão de pósitrons ou simplesmente PET-CT, é uma modalidade de diagnóstico por imagem que utiliza o 2-[F18]-fluoro-2-deoxi-glicose, chamado de FDG. Essa substância é injetada no paciente e, após um período de captação, são realizadas as imagens. O PET scan capta os sinais de radiação emitidos pelo FDG transformando-os em imagens e determinando assim os locais onde há presença da substância.

O PET-CT é o exame mais indicado para acompanhar o desenvolvimento do tumor, sua localização, a presença (ou não) de metástases e a sua resposta a medicamentos.

No SUS e nos Planos de Saúde

O Instituto Oncoguia comemora a incorporação do PET-CT no SUS, já que representa um importante avanço no diagnóstico e tratamento de tais tipos de câncer, podendo diminuir o número de outros exames realizados, de cirurgias desnecessárias e a morbidade e mortalidade pelas doenças.

A entidade questiona, porém, o fato do exame ter diversas outras indicações pela Agência Nacional de Saúde (ANS).

"A incorporação do PET-CT no SUS é, sem dúvida, de fundamental importância. Mas nos planos de saúde o número de indicações é muito maior. Passou nesse ano de 3 para 8. Precisamos caminhar com mais agilidade no SUS para garantir melhores condições de tratamento aos pacientes”, pondera a presidente da entidade, Luciana Holtz.

Caso tenha indicação para a realização do PET-CT antes de 180 dias, quando estará disponível no SUS, você pode pleiteá-lo por meio de órgãos administrativos de controle ou, ainda, em caso de negativa, pela via judicial.

Saiba mais e se tiver dúvida entre em contato com o Oncoguia no 0800-773-1666.

Confira a lista de indicações do PET-CT nos planos de saúde



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2017 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive