top

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Eisai Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

[NOTA] SUS incorpora PET-CT para 4 indicações

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 15/09/2015 - Data de atualização: 15/09/2015


Foram publicadas no último dia 23, no Diário Oficial da União (DOU), portarias do Ministério da Saúde que tornam pública a incorporação do exame PET-CT – tomografia por emissão de pósitrons - no Sistema Único de Saúde (SUS).

O PET-CT passará a ser disponibilizado, em até 180 dias a partir da data da publicação no DOU, para a detecção do câncer de pulmão de não pequenas células potencialmente ressecável; metástase de câncer colorretal exclusivamente hepática e potencialmente ressecável e estadiamento e avaliação da resposta ao tratamento do linfoma de Hodgkin e linfoma não Hodgkin.

Tomografia por emissão de pósitrons ou simplesmente PET-CT, é uma modalidade de diagnóstico por imagem que utiliza o 2-[F18]-fluoro-2-deoxi-glicose, chamado de FDG. Essa substância é injetada no paciente e, após um período de captação, são realizadas as imagens. O PET scan capta os sinais de radiação emitidos pelo FDG transformando-os em imagens e determinando assim os locais onde há presença da substância.

O PET-CT é o exame mais indicado para acompanhar o desenvolvimento do tumor, sua localização, a presença (ou não) de metástases e a sua resposta a medicamentos.

No SUS e nos Planos de Saúde

O Instituto Oncoguia comemora a incorporação do PET-CT no SUS, já que representa um importante avanço no diagnóstico e tratamento de tais tipos de câncer, podendo diminuir o número de outros exames realizados, de cirurgias desnecessárias e a morbidade e mortalidade pelas doenças.

A entidade questiona, porém, o fato do exame ter diversas outras indicações pela Agência Nacional de Saúde (ANS).

"A incorporação do PET-CT no SUS é, sem dúvida, de fundamental importância. Mas nos planos de saúde o número de indicações é muito maior. Passou nesse ano de 3 para 8. Precisamos caminhar com mais agilidade no SUS para garantir melhores condições de tratamento aos pacientes”, pondera a presidente da entidade, Luciana Holtz.

Caso tenha indicação para a realização do PET-CT antes de 180 dias, quando estará disponível no SUS, você pode pleiteá-lo por meio de órgãos administrativos de controle ou, ainda, em caso de negativa, pela via judicial.

Saiba mais e se tiver dúvida entre em contato com o Oncoguia no 0800-773-1666.

Confira a lista de indicações do PET-CT nos planos de saúde



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2017 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive