Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Medicamentos: Preço é Sinônimo de Qualidade?

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 16/08/2015 - Data de atualização: 16/08/2015


Apesar de ser decisiva a diferença de preços que apresentam as distinções técnicas entre cada tipo de medicamento - o de referência e o similar, ambos de marca, e o genérico - podem confundir o consumidor na hora da compra, deixando-o indeciso principalmente quanto à confiança que pode depositar em cada um.  

Mesmo tendo encontrado o mais barato, antes de decidir qual deles comprar, é importante entender quais são as diferenças básicas entre as categorias de medicamentos: Medicamento de referência - segundo o superintendente corporativo do Hospital Sírio-Libanês e médico sanitarista, Gonzalo Vecina, o medicamento de referência é uma descoberta, o primeiro com aquelas características a ser lançado no mercado.  

É fruto de um período de pesquisas e testes realizados pela indústria farmacêutica e, desde o início das pesquisas até o lançamento do remédio no mercado, pode decorrer um período de até 15 anos. Durante esse período, são feitos inúmeros estudos e testes para certificar a segurança do medicamento, ou seja, a garantia de que, ainda que ele não promova melhoras, não faça mal ao organismo. Há testes também para verificar a qualidade, garantindo que a produção em grande escala origine remédios exatamente iguais ao que foi produzido em laboratório.  

Outro problema a ser resolvido é o acesso da população ao medicamento. Vecina afirma que "o remédio deve ser barato. Se for caro, qual a vantagem de se lançar um produto?" Segundo o médico, o preço desses medicamentos é mais alto, por ser calculado para, enquanto durar a patente (direito de propriedade da indústria, que impede a reprodução de cópias) do medicamento, a indústria ser remunerada pelos investimentos feitos na pesquisa. O período de validade da patente é de 20 anos. 

Medicamento similar - Assim como o de referência, possui marca e consiste em uma cópia de determinado produto inovador. Ele tem o mesmo princípio ativo do medicamento de referência, a mesma via de administração, a mesma dosagem, mas, segundo Vecina, não tem garantia obrigatória de eficácia. "A legislação brasileira não exige que seja feito o teste de biodisponibilidade, a garantia de que o medicamento estará na corrente sanguínea ao mesmo tempo e na mesma quantidade do medicamento de referência", explica Vecina. O teste ainda assegura que a cópia terá as condições para atuar no organismo da mesma maneira que o produto original. 

Medicamento genérico - É como o similar, ou seja, uma cópia do produto inovador, sendo, no entanto, vendido sem marca, trazendo apenas o nome do principio ativo. Por lei, assim como o produto de referência, o genérico deve passar por testes que confirmem sua eficiência no tratamento, segurança e qualidade. O medicamento genérico é produzido, geralmente, depois que o período de patente do medicamento original termina. Por não serem comercializados com uma marca, é possível que sejam vendidos a preços mais baixos que os demais. A legislação brasileira determina que sejam, no mínimo, 35% mais baratos. 

E agora? As informações podem ajudar o consumidor a fazer sua escolha na hora de comprar um remédio. Entretanto, mesmo de posse delas, Vecina enfatiza que só há uma maneira realmente segura de comprar um remédio: indo ao médico. 

Apenas assim, o consumidor pode confiar que está adquirindo um produto seguro para sua saúde, e eficaz no seu tratamento. O médico, de acordo com Vecina, já tem experiência no uso do medicamento, já pôde colher resultados de tratamentos anteriores com medicamentos de referência, similares e genéricos, e conhece os riscos e benefícios de cada um deles. Por isso, é importante que o consumidor não aprenda apenas a procurar pelos melhores preços, mas também a comprar apenas sob orientação médica, e nunca direto na farmácia.  
 
Fonte: Infomoney



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive