Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

[MATÉRIA] Lacog Conference 2013 – Planejamento de controle do câncer na América Latina e no Caribe

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 15/09/2015 - Data de atualização: 15/09/2015


A Lacog Conference 2013, programa pioneiro que tem por objetivo apresentar estudos clínicos sobre o câncer na América Latina, como forma de promover o compartilhamento das estratégias relevantes para a redução do impacto da doença no território, está sendo realizado em São Paulo, com a participação de importantes pesquisadores de países como, Argentina, Brasil, México, Estados Unidos e Peru entre outros.

O coordenador do encontro, Dr. Carlos Barrios, deu início às apresentações aclarando que o objetivo da Lacog Conference não é traçar dados comparativos entre a atenção oncológica nos países latino-americanos, nem mesmo ‘transportar’ soluções encontradas em uma localidade para outra. "A proposta é ouvir resultados de diferentes estudos, de diferentes países, para que soluções específicas possam ser refletidas e implementadas”.

Na primeira sessão de discussões temas como "Os desafios do tratamento do câncer em centros urbanos, regiões rurais e entre populações indígenas” e "O nível de capacitação profissional de agentes em atuação no câncer na América Latina” foram discutidos, a partir da observação de que o câncer, nos países em desenvolvimento representa um imenso desafio à saúde pública.

Populações em envelhecimento progressivo, subinvestimento em saúde, alta mortalidade pelo câncer em decorrência de diagnósticos avançados, carência em investimentos na saúde primária e imensas áreas territoriais remotas e indígenas compõem os problemas.

Dra. Cynthia Villareal-Garza, pesquisadora mexicana, aclarou que na América Latina, entre 55% e 79% da população concentra-se em regiões urbanas, onde é aportada a grande maioria dos recursos em saúde. "O restante da população que, por sua vez vive em situação de maior pobreza, sofre com diversos fatores de exclusão à saúde, como isolação geográfica, baixos níveis de educação e falta de médicos”.

A pesquisadora apresentou dados sobre o número de médicos e serviços em oncologia na América Latina, alertando para a carência de mecanismos indispensáveis ao controle do câncer. "Existem apenas 18 equipamentos de radioterapia no Peru e 16 países da América Latina ainda não tem acesso ao PETscan”, disse.

A complexidade do enfrentamento do câncer junto à população indígena da América Latina foi outro tema de destaque. Especificidades culturais, religiosas, comportamentais e geográficas demandam, segundo Dra. Cynthia, a realização de mais estudos e pesquisa de tais grupos populacionais, para que estratégias certeiras possam ser realizadas.

"Entre a população indígena da Guatemala, por exemplo, há grande incidência de cânceres associados ao tabaco e câncer gástrico – talvez pela falta de refrigeração de alimentos ou uso do carvão como combustível para cozinhar. É preciso entender melhor os comportamentos, para assim criar estratégicas específicas de atuação”.

Na Lacog Conference 2013 será lançada e publicada pela Lancet Oncology a revista sobre a Comissão Latino-Americana. A comissão Latino-Americana é um esforço conjunto, coordenado pelo Dr. Paul Goss que conta com a participação de importantes líderes em oncologia da América Latina, e que aborda questões sobre atendimento e cuidados oncológicos eficazes e sustentáveis para melhorar a prevenção, diagnóstico e tratamento de pacientes na região.


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive