Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia Sanofi Grunenthal Sirtex


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Mais exercício, zero álcool: as novas recomendações para evitar um câncer

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 19/06/2020 - Data de atualização: 19/06/2020


A Sociedade Americana de Câncer (ACS, na sigla em inglês) atualizou recentemente suas recomendações sobre dieta, exercício e estilo de vida para prevenir o surgimento de tumores. Entre as novidades, a entidade aumentou a quantidade ideal de atividade física para 300 minutos por semana e postulou que não há limite de segurança para o consumo de álcool.

A diretriz é feita por um comitê de pesquisadores e médicos voluntários ligados a instituições de peso, que revisam as evidências mais recentes e robustas sobre o tema.

A edição anterior do guia da ACS pregava ao menos 150 minutos semanais de exercícios moderados ou 75 minutos em um ritmo intenso. Essa segue como a meta mínima, mas a nova versão do documento postula que a quantidade que realmente reduz o risco de um câncer é de 300 minutos de esforço físico moderado, ou 150 minutos em intensidade vigorosa. E superar esse sarrafo pode trazer benefícios adicionais.

Já o comportamento sedentário — ficar sentado por longos períodos de tempo – deve ser limitado, independentemente a pessoa ir para a academia ou não em outros momentos do dia.

A melhor dieta para prevenir o câncer

Cada tumor tem suas particularidades, mas boa parte sofre influência do que colocamos no prato. Por isso, a ASC refinou suas orientações sobre alimentação.

Há maior foco no consumo de alimentos in natura e na quantidade adequada para manter o peso saudável. Sim, a obesidade é cada vez mais associada a essa doença.

Vegetais coloridos (em especial os verde-escuros, vermelhos e laranjas), leguminosas, frutas e grãos integrais ganharam destaque especial no documento. Por outro lado, o cardápio ideal deve limitar bastante o consumo de carnes processadas e vermelhas, bebidas açucaradas e produtos ultraprocessados.

Em resumo, a proposta é manter uma dieta equilibrada e colorida, sem modismos em cima de um determinado nutriente ou comida. O padrão saudável é vinculado especialmente à redução na probabilidade de ser diagnosticado com câncer colorretal e nas mamas.

O cerco à ingestão de álcool

Os drinques devem ser escassos para minar o perigo de um câncer surgir. Antes, a entidade pedia para não extrapolar uma dose por dia para as mulheres e duas para os homens. Já a mensagem atual é: não há limite seguro. O mais pertinente seria não beber.

Agora, caso o indivíduo escolha tomar algo, deve respeitar o limiar estabelecido anteriormente. No texto, a ASC reforça que cerveja, uísque e afins são o terceiro maior fator de risco modificável para o câncer, atrás apenas do tabaco e do excesso de peso. A bebida está ligada a ao menos sete tipos de tumores.

Ações governamentais, privadas e comunitárias

Por fim, os autores pontuam que não basta a força de vontade individual para diminuir os novos casos de câncer. Cabe a entidades públicas e privadas e organizações da sociedade civil se articularem em nome de políticas eficazes de acesso à alimentação saudável, promoção de locais e oportunidades para prática de exercícios e coibição do consumo de álcool.

Fonte: Veja

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive