Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

M

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 12/06/2013 - Data de atualização: 16/02/2021


Glossário de termos utilizados neste portal:

 

Malignidade. Tumor cancerígeno que pode invadir e destruir os tecidos próximos e se disseminar para outros órgãos.

Maligno. Câncer. Os tumores malignos podem invadir e destruir os tecidos próximos e se disseminar para outros órgãos.

Mamografia. É o estudo radiológico das mamas realizado com baixa dose de raios X. É um método de inquestionável importância no diagnóstico precoce e na detecção do câncer de mama.

Mamografia digital. Utilização de computador, em vez de filmes de raios X, para criar uma imagem da mama.

Mapeamento de linfonodos. O mapeamento dos gânglios linfáticos é realizado com o uso de corantes e substâncias radioativas para identificar os linfonodos que podem conter células tumorais.

Marcador genético. Alteração no DNA que pode indicar um aumento do risco de desenvolver uma doença ou desordem específica.

Marcador tumoral. Substâncias utilizadas como indicadores de malignidade. Na maioria dos casos, são produtos normais do metabolismo celular que apresentam aumento de produção devido à transformação maligna. Um alto nível de um marcador tumoral pode significar a presença de certo tipo de câncer no corpo.

Margem. A margem ou borda do tecido removido na cirurgia do câncer. A margem é descrita como negativa quando o patologista não encontra células cancerígenas na borda do tecido, sugerindo que todo o tumor foi removido. A margem é descrita como positiva ou envolvida quando o patologista encontra células cancerígenas na borda do tecido, sugerindo que nem todo o tumor foi removido.

Massa anexial. Uma protuberância no tecido próximo ao útero, geralmente no ovário ou trompa de Falópio, como cistos ovarianos, gravidez tubária e tumores benignos ou malignos.

Mastectomia. Cirurgia para retirada da mama com pele e complexo aréolo-papilar. Os gânglios linfáticos mais próximos também são removidos.

Mastectomia profilática. Também denominada mastectomia preventiva, é uma cirurgia para prevenir o câncer de mama por meio da remoção de uma ou ambas as mamas antes que a doença se desenvolva.

Mastectomia radical. É a retirada da mama e dos músculos peitorais mais linfadenectomia axilar.

Mastectomia radical modificada. É a retirada da mama com preservação de um ou dois músculos peitorais, mais linfadenectomia axilar.

Medicamento em investigação. Substância testada em laboratório e aprovada para ser investigada em pessoas. Uma droga pode ser aprovada pelos órgãos reguladores para uso em uma doença ou condição, mas ser considerada experimental em outras doenças ou condições.

Medula espinhal. A medula espinhal é composta por todas as fibras nervosas que descem desde o cérebro. O centro da medula espinhal é preenchido pelo líquido cefalorraquidiano. É muito raro um tumor iniciar-se na medula espinhal. Alguns tipos de tumor cerebral podem apresentar metástase na medula espinhal. O tumor originado na medula espinhal pressiona os nervos e pode causar diferentes sintomas dependendo de sua localização, entre eles fraqueza, paralisia ou dormência.

Medula óssea. Tecido esponjoso localizado na parte interna e central dos ossos, que contém as células tronco. É responsável pela produção de glóbulos brancos, glóbulos vermelhos e plaquetas.

Melanoma. Uma forma de câncer de pele que começa nos melanócitos. Pode começar numa pinta ou em outros tecidos pigmentados, como o olho.

Meninges. Camadas finas de tecido que cobrem e protegem o cérebro e a medula espinhal.

Mesotelioma. Tumor maligno que afeta o revestimento interno do tórax (pleura) ou do abdome (peritônio). A exposição a partículas de amianto no ar aumenta o risco de desenvolvimento de mesotelioma maligno.

Metástase. É um segundo tumor originado do tumor primário. As células cancerígenas frequentemente escapam do tumor primário e se fixam em partes distantes do corpo como pulmão, fígado, cérebro e osso.

Metástase a distância. Refere-se ao câncer que se disseminou para outros órgãos ou linfonodos.

Metastático. Quando o câncer apresenta metástase, que é a disseminação para outra parte do corpo.

Microcalcificação. Na mama as microcalcificações constituem uma parte importante das lesões não palpáveis e podem ser o primeiro sinal de um carcinoma mamário.

Micromanipulação. Conjunto de técnicas de laboratório para a manipulação de espermatozoides, oócitos e pré-embriões com a utilização de microscópio ótico, micropipetas e micro agulhas.

Micrometástases. Pequeno número de células cancerígenas que se espalharam a partir do tumor primário para outras partes do corpo, mas que estão em quantidades muito pequenas para serem detectadas em um exame de imagem.

Mieloablação. Uma forma severa de mielossupressão. A mielossupressão é uma condição na qual a atividade da medula óssea é diminuída, resultando em menor número de glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas. É um efeito colateral de alguns tratamentos contra o câncer.

Mielodisplasia. Células anormais da medula óssea que podem levar à leucemia mielógena.

Mieloma. Câncer que surge em células plasmáticas, um tipo de glóbulo branco.

Mieloma múltiplo. Tipo de câncer que começa nas células plasmáticas.

Mielossupressão. Uma condição em que a atividade da medula óssea é diminuída, resultando em menor número de glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas. A mielossupressão é um efeito colateral de alguns tipos de tratamentos. Quando a mielossupressão é severa, é denominada mieloablação.

Modalidade. Um método de tratamento, por exemplo, a cirurgia e a quimioterapia são modalidades de tratamento.

Morbidade. Uma doença ou a incidência de doença numa população. Morbidade também se refere a efeitos adversos causados por um tratamento.

Mortalidade. O estado de ser mortal. Mortalidade também se refere à taxa de mortalidade ou o número de mortes de certo grupo de pessoas em um determinado período de tempo. A mortalidade pode ser relatada para pessoas que têm uma determinada doença, vivem em uma área do país ou que são de um determinado gênero, idade ou grupo étnico.

Mórula. É uma fase de desenvolvimento pós-fertilização quando um óvulo fertilizado, conhecido como zigoto, transita para uma massa composta por cerca de 10 a 30 células.

Mucosa. O revestimento úmido e interno de alguns órgãos e cavidades do corpo, como nariz, boca, aparelho respiratório e aparelho digestivo.

Mucosite. É uma complicação de alguns tipos de tratamento do câncer, em que o revestimento do aparelho digestivo fica inflamado. Muitas vezes se manifesta como feridas na boca.

Multidisciplinar. Termo usado para descrever uma abordagem de planejamento de tratamento que inclui médicos e outros profissionais de saúde que são especialistas em diferentes modalidades. No tratamento do câncer, as principais especialidades são oncologista, cirurgião oncológico e radioterapeuta.

Multirresistência. Adaptação das células tumorais às drogas anticâncer, de modo a tornar os medicamentos menos eficazes.

Mutação. Qualquer alteração no DNA de uma célula. As mutações podem ser causadas ​​por erros durante a divisão celular ou ​​por exposição a agentes nocivos ao DNA no meio ambiente. Podem ser prejudiciais, benéficas ou simplesmente não produzirem qualquer efeito. Se elas ocorrem em células que produzem óvulos ou esperma, podem ser hereditárias. Se ocorrem em outros tipos de células, não são herdadas. Certas mutações podem levar ao câncer ou outras doenças.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive