Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Live - Julho Amarelo - o que tem a ver com câncer? 

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 22/07/2021 - Data de atualização: 22/07/2021


Live - Julho Amarelo - o que tem a ver com câncer? 

Estamos no Julho Amarelo - o mês de conscientização contra as hepatites virais.

Por isso, a nossa presidente, Luciana Holtz convidou o hepatologista e presidente do Ibrafig (Instituto Brasileiro do Fígado), Paulo Bittencourt, para uma live, com o objetivo de  informar, orientar e esclarecer as dúvidas sobre as hepatites e o câncer de fígado.

O bate-papo on-line aconteceu nesta quarta-feira, dia 21/07, às 18h, e foi transmitido pelas redes sociais do Oncoguia.

Paulo Bittencourt falou que o câncer primário de fígado (que surge no fígado) ocorre principalmente em pessoas com cirrose, devido às hepatites B e C. Ele destacou a importância da campanha Julho Amarelo na prevenção das doenças hepáticas e do câncer de fígado. 

“Com a campanha, podemos chamar atenção para que as pessoas façam as testagens para as hepatites B e C, e assim previnam a evolução para cirrose e câncer de fígado. A cirrose é uma doença silenciosa, que pode demorar 10 anos para se manifestar”, alertou o hepatologista.

Segundo ele, pessoas com idade superior a 20 anos devem fazer o teste para hepatite B. E após os 40, para a hepatite C. Esses testes estão disponíveis em toda rede básica de saúde. 

O médico também citou que a vacina contra a hepatite B pode ser encontrada no SUS (Sistema Único de Saúde) e faz parte do Programa Nacional de Imunização. 

Paulo explicou que o principal contágio do vírus da hepatite B acontece por via sexual e também na transmissão vertical, ou seja, da mãe para o bebê, e por isso o pré-natal é fundamental. 

O Instituto Brasileiro do Fígado (Ibrafig) e a Sociedade Brasileira de Hepatologia (SBH) promovem, esse mês, a campanha Julho Amarelo, pela conscientização sobre as hepatites virais. 

A ação intitulada de “Não Vamos Deixar Ninguém Para Trás” tem como objetivo incentivar o diagnóstico e o encaminhamento para tratamento de pessoas portadoras do vírus B e C. 

Segundo a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), cerca de 1 milhão de pessoas morrem por ano no mundo devido às hepatites virais e 3 milhões de pessoas são infectadas anualmente. No Brasil, segundo dados do Ibrafig, aproximadamente 1 milhão de pessoas têm a doença e não sabem que são portadoras — as do tipo B e C são responsáveis por cerca de 74% dos casos no país e somente a C corresponde a 76% das mortes.

É muito importante esclarecer que a cirrose não é causada apenas pelo consumo excessivo de álcool. No Brasil, as principais causas de cirrose são as hepatites virais,” concluiu o médico.  

Quem quiser conferir a live Julho Amarelo - o que tem a ver com câncer? - basta acessar aqui. 

Em nosso portal, você encontra uma página exclusiva sobre o câncer de fígado, que detalha os sinais e sintomas, diagnóstico, tipos de hepatites, fatores de risco, tratamentos e sugestões de perguntas para que você converse com seu oncologista.

Conteúdo produzido pela equipe do Instituto Oncoguia



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive