Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Julho Verde: conscientização contra o câncer de cabeça e pescoço

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 12/07/2021 - Data de atualização: 12/07/2021


Julho é o mês escolhido para se lançar um alerta à população sobre os riscos e a prevenção ao câncer de cabeça e pescoço. Assim nasceu o Julho Verde, que tem sua 6ª edição em 2021 e cujo objetivo é a conscientização acerca de um câncer cujos tumores atingem regiões como boca, língua, palato, gengivas, bochechas, amigdalas, faringe, laringe, esôfago e tireoide.

Segundo o Inca (Instituto Nacional de Câncer), este tipo de câncer é o segundo mais frequente entre os homens, atrás somente do câncer de próstata. Já entre as mulheres, é o quinto tipo de câncer mais incidente, ficando atrás de câncer de mama, tireoide, cólon e reto. A doença atinge cerca de 40 mil brasileiros por ano.

Em muitos casos, a doença tem manifestação assintomática, o que exige ainda mais atenção aos sinais do corpo: dificuldade para engolir, manchas brancas na boca, nódulo no pescoço persistindo por mais de duas semanas e mudanças na voz, como rouquidão insistente, são os mais comuns. A doença também pode se manifestar por meio de sinais, como a ferida na boca que não cicatriza, geralmente confundida com aftas.

Cerca de 60% dos casos deste tipo de câncer estão relacionados ao consumo excessivo de álcool e ao tabagismo. Porém é cada vez mais frequente o diagnóstico da doença em indivíduos jovens (menores que 45 anos), sem a exposição a estes fatores, com tumores originados pelo HPV: são cerca de 41 mil novos casos de câncer de faringe por ano em decorrência do HPV, segundo o Inca. Estudos nacionais apontam que 7% da população pode ter infecção pelo HPV detectada na boca. Em um cenário com 200 milhões de pessoas, estamos nos referindo a 14 milhões de pacientes em potencial.

Algumas sugestões para se evitar o câncer de cabeça e pescoço são: não fumar, evitar o consumo de álcool, ter uma alimentação equilibrada, manter uma boa higiene bucal, usar preservativo na prática de sexo oral, evitar ganho de peso e vacinar-se contra o HPV, tanto meninos (11 a 14 anos) quanto meninas (09 a 14 anos).

Infelizmente, 60% dos casos de câncer de cabeça e pescoço são diagnosticados em fase avançada da doença. O diagnóstico precoce e o rápido início do tratamento são fundamentais para a cura do câncer de cabeça e pescoço. Quanto mais se retarda o início do tratamento, maior a chance de sequelas para o paciente. Por isso, é fundamental insistir na relevância dos exames preventivos de rotina. Eles são os melhores aliados na busca por mais qualidade de vida. Saúde é prevenção!

Gilberto Ururahy é médico há 40 anos, com longa atuação em Medicina Preventiva. Em 1990, criou a MedRio Check-up, líder brasileira em check up médico. É detentor da Medalha da Academia Nacional de Medicina da França e autor de três livros: “Como se tornar um bom estressado” (Editora Salamandra), “O cérebro emocional” (Editora Rocco) e “Emoções e saúde” (Editora Rocco).

Fonte: Veja Rio

 



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive