Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Integração na luta contra o câncer

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 19/10/2018 - Data de atualização: 19/10/2018


Profissionais como fonoaudiólogos, dentistas, nutricionistas, entre outros podem se inscrever no programa (A.C.Camargo/Divulgação)

Viver a realidade dos pacientes com câncer para ter um aprendizado mais humanizado. E, além disso, conviver com pesquisa de ponta, acompanhando as constantes inovações quando o assunto é oncologia. Essa é a experiência de quem participa dos programas de residência médica e multiprofissional do A.C.Camargo Cancer Center. Com mais de seis décadas de tradição em ensino, é responsável pela formação de grande parte dos profissionais em oncologia no país.

Só o curso de residência multiprofissional da instituição formou mais de 300 profissionais nos últimos anos. Esse curso é destinado a profissionais não médicos já formados, de todas as regiões do Brasil, como cirurgiões-dentistas, enfermeiros, fisioterapeutas, físicos, nutricionistas e psicólogos que desejam se especializar na área de oncologia. Isso porque a residência multidisciplinar baseia-se no conceito de que a integração interdisciplinar é crucial no combate ao câncer – desde o diagnóstico até a reabilitação.

Com dois anos de duração, o programa conta com o diferencial de se aprender em um Cancer Center, formato em que ensino, pesquisa e assistência estão integrados de forma precisa. Assim, o residente pode vivenciar a pesquisa e acompanhar as mais relevantes descobertas científicas, alinhando as necessidades dos pacientes no dia a dia. Além de qualificar esses profissionais, estar em um Cancer Center assegura conhecimento atualizado para o combate à enfermidade. “A troca de informações entre os profissionais de diversas áreas é contínua e integrada, trazendo qualidade e segurança ao paciente”, diz José Humberto Fregnani, superintendente de ensino.

No programa de estomatologia, por exemplo, o cirurgião-dentista é capacitado para tratar os efeitos colaterais de certos procedimentos usados em alguns tipos de tumores. Já os residentes de física médica conhecem todos os detalhes do planejamento da radioterapia em máquinas de última geração. “Juntamos teoria e prática dentro de uma estrutura moderna e sob a orientação de preceptores especializados do nosso corpo clínico que estão sempre se atualizando”, explica Fregnani.

Ao longo do período da especialização, os alunos passam por avaliações periódicas que levam em consideração o conhecimento teórico, a habilidade técnica e o comportamento emocional e profissional. Todas as ações são acompanhadas e supervisionadas por especialistas da instituição. “Nossa missão é formar profissionais bem qualificados, com a clara visão integrada entre assistência, ensino e pesquisa. Isso faz muita diferença no tratamento do câncer.”

Fonte: Veja

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2018 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive