Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Idosos com câncer precisam seguir com tratamento durante a pandemia

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 27/04/2020 - Data de atualização: 27/04/2020


Os idosos fazem parte do grupo de risco da covid-19 e precisam se resguardar fazendo o isolamento social. Quando eles fazem tratamentos oncológicos, o cuidado deve ser ainda maior, pois consultas e sessões de radioterapia e quimioterapia não podem ser interrompidas neste período de pandemia.

O alerta é do radio-oncologista Carlos Rebello, diretor do Instituto de Radioterapia Vitória (IRV). De acordo com ele, o importante é conversar com o médico para definir qual protocolo seguir.

"O câncer não espera a pandemia passar. O que temos orientado é não deixar de realizar o tratamento oncológico. Temos analisado caso a caso. Quando a radioterapia é indicada, optamos por reduzir o número de vezes de idas ao serviço, utilizando técnicas inovadoras como as de hipofracionamento. O que orientamos é passar em consulta com seu médico para definição da melhor conduta a ser tomada", afirma o especialista.

Idosos em casa

Outro tipo de situação que Carlos Rebello destaca é o de pessoas com câncer que moram com idosos e precisam sair de casa para as consultas e sessões.

"Esse tipo de situação é a que muitos pacientes estão enfrentando no dia a dia desta pandemia: sair de casa por algum motivo e, no retorno, expor um familiar à contaminação. Apesar de sabermos que os idosos são mais preocupantes, temos também que nos cuidar para podermos cuidar deles. Sabemos também que estamos de frente a uma situação que irá passar, mas não sabemos quando. O câncer é uma doença agressiva, com mortalidade muito elevada, mas com probabilidade de cura, desde que seja tratado", afirma.

Segundo o radio-oncologista, se forem tomados os cuidados de higiene necessários ao sair e voltar para casa, não há o que temer para a continuidade do tratamento.

"Ao sair, use máscara de tecido e leve um frasquinho de álcool gel na bolsa. Assim, após tocar no botão do elevador e abrir portas, o paciente garante a higiene das mãos. Na volta, lave as mãos ao chegar, tire as roupas e ponha para lavar em um saco plástico. Tome um banho. Os sapatos devem ser limpos também. Não cumprimente crianças, cônjuges ou outras pessoas que morem na casa antes de trocar de roupa e higienizar as mãos", orienta Carlos Rebello.

Cuidados com a higiene

O médico explica que os cuidados de higiene incluem desinfetar o celular, chaves e cartões bancários com álcool a 70%. Já mochilas e bolsas de uso diário devem ficar em uma caixa na entrada da casa. Também é preciso limpar embalagens que trouxer da rua com solução de água sanitária (20 ml para cada 1 litro de água) e lavar os alimentos com água e sabão.

"O mais importante é não abandonar ou deixar de realizar o seu tratamento oncológico, pois o sucesso dos seus familiares depende do seu", afirma Carlos Rebello.

Fonte: Folha Vitória

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive