top

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Eisai Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Medtronic Takeda Susan Komen Astellas UICC


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Idoso com câncer não consegue tratamento após erro em pedido

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 01/03/2017 - Data de atualização: 01/03/2017


O aposentado Cirilo Gomes, de 87 anos, foi diagnosticado com câncer no cérebro e não consegue tratamento especializado após um erro no pedido de internação dele cadastrado no sistema da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS). Segundo a família, no documento o nome da doença foi escrito como "lesão encefálica” ao invés de "lesão cerebral”. Por conta disto, eles foram informados de que o nome do idoso tinha sido retirado do sistema da SMS.

De acordo com a filha do idoso, Simone Gomes Souza, ela descobriu que o nome do pai havia sido retirado do sistema, responsável por redistribuir os pacientes para vagas em hospitais, após oito dias da solicitação. "Um tumor cerebral, não encefálico. Eu só descobri porque eu fui atrás. Ninguém se importou em dar o devido valor e nos avisar que meu pai havia saído do sistema”, disse a mulher.

A SMS informou à TV Anhanguera que a Central de Regulação está tentando agendar a consulta com especialista para o aposentado no Hospital Araújo Jorge. Conforme o órgão, o nome do idoso foi retirado do sistema porque houve a necessidade de uma nova avaliação. A secretaria esclareceu que agora o paciente voltou para o sistema e que a consulta deve ser agendada em breve.

Cirilo foi diagnosticado com o tumor no cérebro no último dia 2, quando passou mal e foi levado para a emergência do Hospital de Urgências Governador Otávio Lage (Hugol). O hospital disse à família que, para receber o atendimento no Hospital Araújo Jorge, ela deveria ir até um Centro de Atenção Integral à Saúde (Cais) para que a unidade entrasse com o pedido na Central de Regulação.

Diante disto os filhos do aposentado foram até o Cais Crimeia Leste, onde o pedido foi emitido com os termos trocados. Oito dias depois a filha dele descobriu que a regulação não havia aceito o pedido como "lesão encefálica”.  Após 23 dias esperando o tratamento adequado, Cirilo passou mal, teve duas convulsões e não consegue mais conversar ou reconhecer as pessoas.

O idoso foi internado no Cais do Setor Cândida de Morais e entrou com um novo pedido de vaga no Hospital Araújo Jorge. A família teme que o recesso de carnaval atrase ainda mais o tratamento do aposentado.

"A gente está esperando isso. Agora eu não sei como a gente vai fazer mais, com este feriadão que está aí e ninguém responsável fica para administrar por nós que estamos aqui fora”, desabafou a filha.

Fonte: G1

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2017 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive