Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Homem também tem que fazer prevenção da mama, alerta vítima de câncer

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 07/10/2019 - Data de atualização: 07/10/2019


Ricardo Assis/Gazeta Digital

Apesar de representar apenas 1% dos casos de câncer de mama, os homens não estão excluídos de serem acometidos pela doença. Homens e mulheres possuem tecido mamário. Mesmo que os homens não desenvolvam mamas, as células do tecido mamário de um homem podem desenvolver câncer. É o caso do professor Ricardo de Assis, que foi diagnosticado com a doença em 2009.

O professor conta que estava em sala de aula, escrevendo no quadro, quando notou que seu mamilo direito estava sangrando. Ao chegar em casa, o sangramento chegou a manchar a camisa.

“Procurei o médico e disse que minha camisa estava manchando de sangue. Ele me encaminhou pra oncologia, na época. No outro dia fui pra lá, ele (médico) olhou e disse que tinha um nódulo de um centímetro. Não fiz nem biopsia, fui direto pra cirurgia”, relembra.

Por mais raro que seja, contudo, a taxa de mortalidade entre homens com câncer de mama é maior que entre as mulheres. Muitos destes casos se devem pela falta de conscientização sobre o assunto para os homens.

Assis, inclusive, tampouco imaginava que se tratava de câncer de mama masculino. “Quando fui ao medico em 2009, eu não tinha nem noção. Achava que era uma coisa que machucou, o próprio medico questionou se eu tinha batido, já que tinha sinal de sangue. E eu disse que não bati. Depois que foi feita a cirurgia, e mandou o nódulo pro laboratório, deu que era câncer de mama”.

Ao descobrir o nódulo, Assis conta que ficou assustado. “Mexe com a gente. A palavra já é uma palavra pesada. Quando o médico disse que era câncer, ainda câncer de mama, dá toda uma preocupação com a vida, porque você não sabe como vai ser de fato e como está a situação do seu corpo”, disse.

Mesmo após a cirurgia, o câncer acabou voltando em maio do ano passado, na mama esquerda. Ele descobriu uma protuberância no peito enquanto realizava uma caminhada, e logo desconfiou.

Desta vez, Assis teve que passar por um longo tratamento, incluindo sessões de quimioterapia para evitar a reincidência do nódulo. Na última terça-feira (24), ele passou pela última sessão e agora está se recuperando. O professor comenta ainda que não tem nenhum histórico de câncer de mama na família, seja entre mãe, avós e tias.

Diagnosticar o câncer de mama cedo aumenta as chances de um tratamento bem-sucedido. Porém, por conta da raridade, não há indicações para que homens façam mamografias, por isso o conselho é a população masculina ficar atenta a alterações na região.

Ele alerta para a prevenção e atenção dos homens. “Eu tinha falado isso ano passado, que a gente agora, homem, tem que fazer sempre essa prevenção, independente do mês de outubro e sempre ficar atento. Porque ele é uma coisa que está em crescimento. No laboratório que estuo em tratamento, ouvi falar que aumentou os casos. é Prevenir mesmo, tocar a mama, pra ver se não tem nada errado”, alerta.

Assim como nas mulheres, os principais sintomas são o aparecimento de nódulos na região das mamas e abaixo das axilas, além de secreção nos mamilos. Procure um médico caso apresente um destes sintomas.

Fonte: R7

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive