Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Astellas UICC Libbs GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Graves falhas na produção da Onco BCG foram vistas pela Anvisa

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 12/04/2022 - Data de atualização: 11/05/2022


Conforme vimos acompanhando nos últimos meses, a produção da Onco BCG está suspensa devido à irregularidades na sua produção, feita pela Fundação Ataulpho de Paiva (FAP). Essa situação já se estende desde dezembro de 2021, como relatamos aqui

Para entender melhor os motivos da suspensão e buscar por perspectivas de quando a produção será regularizada, enviamos questionamento à Anvisa no dia 23 de março de 2022 através da Lei de Acesso à Informação. Em resposta, a Agência disse que foi evidenciado em inspeção sanitária que a FAP descumpria vários requisitos de boas práticas de fabricação de insumos farmacêuticos biológicos e de medicamentos. 

Segundo a Anvisa, várias irregularidades se relacionam diretamente com a garantia de esterilidade do medicamento, como o controle ambiental, o que demonstra um alto risco da utilização deste medicamento pelos pacientes. Sendo que a onco BCG é um produto injetável, deve ser estéril, apirogênico, isento de partículas, estável e isotônico, o que não pode ser garantido nas atuais condições da FAP.

Também questionamos se já existe um prazo ou perspectiva para nova inspeção na fábrica, para que a FAP adeque o que necessita e possa retomar a produção. Porém, a Agência afirmou que cabe à FAP informar à Anvisa sobre a conclusão do plano de ações preventivas e corretivas para o agendamento de uma nova inspeção. 

Problemas na produção da imuno BCG pela FAP acontecem de forma rotineira desde 2011. Por ser a única fabricante do medicamento no país, os pacientes oncológicos ficam à mercê das irregularidades da Fundação, que constantemente tem suas atividades suspensas pela Anvisa para adequação da produção às boas práticas. 

Continuamos em contato com a Fundação para averiguar qual a data em que as irregularidades serão corrigidas para que a produção possa ser normalizada, pressionando para que isso aconteça o mais brevemente possível. 

Confira aqui todo o acompanhamento que o Oncoguia vem fazendo ao longo dos últimos anos sobre as inconsistências na produção do insumo. 

Conteúdo produzido pela equipe do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive