top
Pacientes

Colunistas


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Eisai Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Medtronic Takeda Susan Komen Astellas UICC


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Ganhos do Câncer, como melhorar suas finanças após o diagnóstico

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 30/01/2016 - Data de atualização: 04/02/2016


Pode parecer estranho o tema desse artigo, afinal de contas quando temos um diagnóstico de câncer na família, logo percebe-se uma necessidade financeira. Seja para ter uma segunda opinião médica, seja porque precisamos faltar, diminuir a carga horária ou mesmo se afastar do trabalho no período do tratamento. Talvez você já tenha sentido que esse período mexeu com suas finanças de alguma maneira seja com maiores gastos, seja com a redução da renda.

Recentemente conversei com um amigo que teve muitos impactos financeiros e ficou endividado por conta do tratamento oncológico de um familiar. Mas, com algumas atitudes simples é possível encontrar as soluções para lidar com suas finanças durante esse período e não ficar endividado.

Nas duas vezes em que eu tive o diagnóstico, pude conciliar a quimioterapia e a radioterapia ao meu trabalho. Precisei diminuir o ritmo, mas consegui continuar trabalhando, o que me ajudou muito tanto financeiramente quanto psicologicamente ao poder lidar com questões que me faziam pensar em outras coisas e não somente no tratamento. Meu trabalho tem essa flexibilidade, mas sabemos que não são todas as empresas e tipos de trabalho que permitem esse equilíbrio.

Existem histórias em que pacientes e familiares encontraram soluções inclusive mais rentáveis para suas vidas ao se depararem com um diagnóstico de câncer.

Recentemente acompanhei o caso da minha depiladora, Eliete, que foi diagnosticada com câncer de mama. Ela trabalhava em um salão, mas teve que se afastar pois não conseguia manter a regularidade dos atendimentos, no período da quimioterapia. Ela precisava faltar por vários dias seja para ir nas consultas médicas, realizar exames e se recuperar dos efeitos colaterais do tratamento, as faltas não eram aceitas pelo salão, pois acabava desmarcando muitas clientes e prejudicando a rotina.

Ela então resolveu montar um cantinho de depilação em sua casa para atender pessoas do bairro e clientes fiéis. O resultado dela foi fantástico! Muitas clientes começaram a ir até a casa dela para depilar, mesmo com a distância maior e ela ainda fez uma clientela no bairro.

Trabalhando no conforto de sua casa, sem ter que se locomover ao salão, maior flexibilidade de horário e com baixo custo ela conseguiu continuar com a mesma renda que ela possuía no salão. A Eliete se surpreendeu, pois não imaginava que daria tão certo!

No meu ponto de vista, acredito que tiveram vários ingredientes nas atitudes dela que contribuíram para o sucesso do novo negócio. Destaco os seguintes:

  • Manter a calma e agir - Algumas pessoas se desesperam, ficam lamentando deprimidas, se fazem de vítimas ao invés de agir. Saiba que você pode continuar produtivo e encontrar um equilíbrio no período do tratamento. Assim como a atividade física é importante nesse momento, trabalhar mantendo a cabeça ocupada e se relacionando com outras pessoas também é.
  • Informação e dicas – Converse com pessoas que já passaram pelo mesmo que você e peça dicas sobre o que esperar do tratamento. Assim, você poderá buscar as soluções para se organizar melhor nesse período.
  • Organize suas finanças – Se você não tinha as finanças na ponta do lápis, é muito importante que nesse momento você se organize, conheça bem seus gastos e identifique onde pode economizar. Converse com seu médico para saber os prováveis custos que terá ao longo do tratamento para poder planejá-los. Muitas pessoas ainda têm dificuldade de conversar sobre finanças, mas falar claramente sobre dinheiro é a melhor maneira para poder organizar as finanças e não ter o risco de se endividar nesse momento.
  • Conheça seus direitos como paciente – É fundamental conhecer os direitos do paciente oncológico para evitar gastos que são cobertos pelo governo ou pelo seu plano de saúde. Na sessão Direitos dos Pacientes você encontra todas as informações necessárias.

Existem diversos exemplos de pessoas que conseguiram dar a volta por cima e melhorar suas finanças após um diagnóstico e trarei outros exemplos.

Tenho certeza que com paciência e confiança você encontrará seu caminho de equilíbrio e caso precise de ajuda, pode contar comigo, me escreva!

Um abraço,
Viviane Ferreira


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2017 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive