Espaço do

Paciente

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Foi assim que tudo começou...

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 03/04/2016 - Data de atualização: 05/05/2016


Em meados de agosto de 2011 passei a sentir um certo "formigamento” na planta dos pés – diga-se de passagem – que permanece até o dias de hoje.

Não dei muita importância para o fato, afinal, estávamos num mês bastante quente e, como passo muito tempo sentado, imaginei que fosse problema de circulação.

Queixei-me com minha esposa sobre os tais "formigamentos”.  Confesso que recebi um grande "puxão de orelha”: você ainda não procurou a Dra. Ingrid? (médica clínica geral e geriatra que nos acompanhava).

Graças a insistência dela – porque nós homens somos negligentes com a saúde – marquei consulta com a Dra. Ingrid.

Ao relatar os fatos ela levantou a suspeita de que pudesse ser problema de coluna ("encavalamento” das vértebras). Solicitou uma tomografia da coluna. O laudo concluiu lesões e infiltrações, recomendando exame aprofundado da bacia.

Realizei ressonância magnética da bacia cujo laudo concluiu de igual forma: lesões e infiltrações.

Diante do quadro a Dra. Ingrid encaminhou-me para o neuro cirurgião e oncologista.

Resolvi procurar primeiro um oncologista.

Marcada a consulta. Apresentei os dois exames de imagem para a médica. Naquele momento ela disse: temos 3 hipóteses, ou é linfoma, sarcoma ou mieloma. Porém, qualquer que seja, o tratamento é acompanhado pelo hematologista.

Graças a Deus tive a sorte de encontrar uma médica bastante competente que já me direcionou para o hematologista com todos os exames que ele pediria.

Pois bem. Com todos os exames em mãos (um verdadeiro dossiê pelicano, rsrs) fui para a consulta com o hemato.

Com tudo que lhe apresentei ele o médico disse que poderia ser mieloma múltiplo, porém, para fechar o diagnóstico precisava realizar uma biópsia.

Lá vamos nós procurar um médico para realizar a dita biópsia – foi uma maratona!!

Enfim ... realizei a biópsia dia 10 de novembro de 2011 e dia 21 de novembro foi confirmado o diagnóstico de Mieloma Múltiplo.

Bom, vou parando por aqui para não deixar a leitura cansativa.

Querendo tirar alguma dúvida ou sanar alguma curiosidade basta me procurar.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive