top
Especial

Qualidade de vida


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Apoio
  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Prevenção do Linfedema

  • Equipe Oncoguia
  • - Data da última atualização: 22/09/2014


A fisioterapia é parte integrante das equipes multidisciplinares onde se trabalha os aspectos funcionais do indivíduo, visando à reabilitação dos movimentos e prevenindo disfunções.

A fisioterapia de forma preventiva tem como objetivo aconselhar e planejar exercícios que atuem de forma primária e auxiliem num melhor prognóstico pós-operatório.

No pré-operatório da neoplasia mamária tem influência significativa, atuando principalmente nas mudanças do estilo de vida da paciente que em alguns casos leva uma vida sedentária.  O fisioterapeuta executa programas de relaxamento que ajudam a reduzir tensões e questiona antecedentes de doenças mamárias na história familiar do paciente.

A reabilitação física desempenha papel fundamental no pós-operatório, por representar um conjunto de possibilidades terapêuticas físicas suscetíveis de intervir precocemente na recuperação funcional da cintura escapular e membro superior, incluindo a profilaxia de sequelas como retração e aderência cicatricial, fibrose e linfedema.

No tratamento de pacientes mastectomizadas atua com o objetivo de prevenir edema, infecções, celulites, dor no pós-operatório, adesão na parede torácica, fraqueza no membro superior envolvido, defeitos posturais, restrição na mobilidade do ombro e reduzir linfedema.

A fisioterapia previne ou minimiza possíveis complicações pulmonares, como a tensão muscular, busca a proteção da musculatura cervical para manter a amplitude de movimento e também a força do membro envolvido.

O objetivo do trabalho do fisioterapeuta não está na doença, mas no indivíduo, e em seus movimentos. O fisioterapeuta trabalha a disfunção do movimento humano, em todos os níveis de atenção à saúde, desde a prevenção até a reabilitação. Assim como o psicólogo, a fisioterapia lida não apenas com o trauma, mas também com o medo das limitações, não se detém apenas na recuperação funcional, mas também explica que sequelas podem ser obstáculos a serem vencidos.

O resultado do tratamento pós-cirúrgico depende não somente dos estágios de reabilitação observados pelo fisioterapeuta, mas também da equipe multidisciplinar envolvida e principalmente da própria paciente, ou melhor, de que forma está encarando o enfrentamento da doença.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não

A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2014 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive