Tipos de Câncer

Câncer Infantil

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia Sanofi Grunenthal Sirtex Servier Oncologia


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Fatores de Risco e Causas do Câncer Infantil

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 01/05/2017 - Data de atualização: 13/03/2020


Um fator de risco é algo que afeta sua chance de contrair uma doença como o câncer. Diferentes tipos de câncer apresentam diferentes fatores de risco.

Estilo de vida e fatores de risco ambientais

Alguns fatores de risco relacionados ao estilo de vida, como fumar, excesso de peso, sedentarismo, ter uma dieta pouco saudável e beber álcool, desempenham um papel importante em muitos tipos de câncer. Embora esses fatores de risco possam influenciar o desenvolvimento do câncer em adultos, a maioria não causa diretamente a doença. Mas outros fatores como estilo de vida normalmente levam muitos anos para influenciar o risco de câncer, e eles não são considerados um risco para o câncer infantil.

Alguns fatores ambientais, como a exposição às radiações, têm sido associados a alguns tipos de câncer infantil. Alguns estudos também sugerem que a exposição à fumaça de pais tabagistas (tabagismo passivo) pode aumentar o risco de determinados tipos de câncer infantil, mas são necessários mais estudos para comprovar essas possíveis associações. Até o momento, a maioria dos cânceres infantis não mostrou estar associado a riscos ambientais.

Mudanças genéticas

Nos últimos anos, os pesquisadores têm tido um melhor entendimento de como as alterações em certos genes e no DNA podem tornar as células cancerígenas. As crianças se parecem com os pais, porque eles são a fonte de seu DNA. Mas, o DNA influencia mais do que podemos perceber. Ele também influencia nos riscos para o desenvolvimento de certas doenças, incluindo alguns tipos de câncer.

Alguns genes têm instruções para controlar o crescimento e a divisão celular. Os genes que promovem a divisão celular são chamados oncogenes. Os genes que retardam a divisão celular ou levam as células a morte no momento certo (morte celular programada) são denominados genes supressores de tumor. Os cânceres podem ser causados por alterações no DNA que se transformam em oncogenes ou desativam os genes supressores de tumor.

Mutações genéticas hereditárias versus adquiridas

Algumas crianças herdam alterações do DNA de um dos pais o que aumenta o risco de câncer. Essas mudanças estão presentes em todas as células do corpo da criança. Isso significa que as alterações podem ser encontradas por meio de testes do DNA das células do sangue ou outras células do corpo. Algumas dessas alterações estão relacionadas apenas a um risco aumentado de câncer, enquanto outras podem provocar síndromes que também incluem outros problemas de saúde ou de desenvolvimento.

Mas a maioria dos cânceres infantis não é provocada por alterações herdadas no DNA. Elas são o resultado de alterações no DNA que aconteceram no início da vida da criança, às vezes até mesmo antes do nascimento. Cada vez que a célula se prepara para dividir-se em duas novas células, é necessário copiar o seu DNA. Esse processo não é perfeito, e às vezes erros ocorrem, especialmente quando as células estão crescendo rapidamente. Esse tipo de mutação genética pode acontecer a qualquer momento da vida e é denominada mutação adquirida.

As mutações adquiridas estão apenas nas células cancerígenas da pessoa, não sendo repassadas aos filhos.

Às vezes, são conhecidas as causas das alterações genéticas em certos tipos de câncer em adultos, como substâncias químicas causadoras de câncer na fumaça do cigarro. Mas as causas das alterações do DNA na maioria dos cânceres infantis são desconhecidas. Alguns podem ter causas externas, como a exposição às radiações, e outros podem ter causas que ainda não foram determinadas. Mas muitos provavelmente resultam de eventos aleatórios que às vezes acontecem dentro de uma célula, sem uma causa externa conhecida.

Fonte: American Cancer Society (14/10/2019)



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive