Tipos de Câncer

Câncer de Boca e Orofaringe

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Fatores de risco para câncer de boca e orofaringe

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 11/04/2015 - Data de atualização: 20/09/2021


Um fator de risco é algo que afeta sua chance de contrair uma doença como o câncer. Vários tipos de câncer apresentam diferentes fatores de risco. Alguns como fumar, por exemplo, podem ser controlados; no entanto outros não, por exemplo, a idade.

Ter um fator de risco ou vários, não significa que você terá a doença. Muitas pessoas com a enfermidade podem não estar sujeitas a nenhum fator de risco conhecido. Se uma pessoa com câncer de boca e orofaringe tem algum fator de risco, muitas vezes é muito difícil saber o quanto esse fator pode ter contribuído para o desenvolvimento da doença.

Fatores que podem aumentar o risco de uma pessoa desenvolver câncer de boca e orofaringe.

  • Tabagismo e alcoolismo. Tabagistas são mais propensos do que não fumantes a desenvolverem câncer de boca e orofaringe. A fumaça de cigarros, cachimbos e charutos também aumenta o risco de contrair esses tipos de câncer. O cachimbo é um risco particularmente significativo na área dos lábios que tocam a haste do cachimbo. Produtos orais do tabaco (como rapé e tabaco de mascar) estão relacionados com cânceres de bochecha, gengiva e superfície interna dos lábios. O consumo de álcool aumenta o risco de desenvolver câncer de cavidade oral e de orofaringe. Os alcoólatras têm um risco maior do que aqueles que não bebem. Alcoólatras e fumantes têm um risco maior de desenvolver câncer de boca e orofaringe, sendo que esse risco é cerca de 30 vezes maior do que o risco de pessoas que não fumam ou bebem.
     
  • Tabaco para mascar. As pessoas que mascam betel quid ou gutka têm um risco aumentado de desenvolver câncer de boca e orofaringe.
     
  • Vírus do papiloma humano. Os números de casos de câncer de orofaringe relacionados ao HPV aumentaram muito nas últimas décadas. Esses cânceres estão se tornando mais frequentes em pessoas mais jovens com histórico de múltiplos parceiros sexuais e sem antecedentes de consumo de álcool ou tabaco. O câncer de orofaringe associado à infecção por HPV tende a ter melhor prognóstico do que os tumores não causados ​​por HPV, porque os tratamentos com quimioterapia e radioterapia respondem melhor para esses tipos de câncer.
     
  • Gênero. O câncer de boca e orofaringe é duas vezes mais comum em homens do que em mulheres.
     
  • Excesso de peso corporal. Estar acima do peso aumenta o risco de câncer de orofaringe e laringe. Manter uma dieta rica em vegetais sem amido e frutas inteiras, ajuda na perda de peso e diminui o risco de câncer de orofaringe e laringe.
     
  • Idade. A maior incidência do câncer de boca e orofaringe é em pessoas com mais de 55 anos. Mas isso pode estar mudando com os cânceres ligados à infecção do HPV, que tendem a ser diagnosticados em pessoas com menos de 50 anos.
     
  • Radiação ultravioleta. A luz solar é a principal fonte de luz UV para a maioria das pessoas. O câncer de lábio é mais comum em pessoas que trabalham em áreas externas, com uma exposição prolongada ao sol.
     
  • Dieta. Vários estudos mostraram que uma dieta pobre em frutas e vegetais está associada a um risco aumentado de câncer de cavidade oral e orofaringe.
     
  • Síndromes genéticas. Algumas síndromes, como anemia de Fanconi e disceratose congênita, causadas por mutações hereditárias em determinados genes têm um risco elevado de desenvolver o câncer de boca e garganta.

Fatores de risco não comprovados ou controversos

  • Antisséptico bucal. Os antissépticos bucais com elevada concentração de álcool em sua composição, podem estar associados a um maior risco de desenvolver câncer de boca e orofaringe. No entanto, essa questão é difícil de avaliar pelo fato de que fumantes e bebedores frequentes, que já têm um risco aumentado para desenvolver doenças da boca e orofaringe, por serem mais propensos a usar antisséptico bucal, comparados com pessoas que não fumam nem bebem.
     
  • Irritações da dentadura. A irritação da mucosa da boca causada pelo ajuste da dentadura é um fator de risco para o câncer de boca e orofaringe, no entanto, nenhum estudo determinou um risco aumentado em pacientes que utilizam prótese que abrange toda a cavidade oral. As dentaduras mal ajustadas podem reter resíduos comprovadamente cancerígenos, como álcool e tabaco.
     
  • Saúde bucal. Estudos sugerem que a saúde da boca, dentes e gengivas pode afetar o risco do câncer de boca e orofaringe devido a mudanças nas bactérias presentes na boca. Má higiene bucal, que pode levar à perda dentária também pode estar associada a esses cânceres. Entretanto, são necessárias mais pesquisas, além de escovação e o uso do fio dental, que podem diminuir esses riscos e ter muitos outros benefícios à saúde.

Texto originalmente publicado no site da American Cancer Society, em 23/03/2021, livremente traduzido e adaptado pela Equipe do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive