top
Núcleo de

Advocacy

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Eisai Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Fase 1 da Operação Uniforme é concluída

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 13/09/2017 - Data de atualização: 13/09/2017


O que houve?
 
Com o objetivo de identificar se há ou não uniformidade na oferta de tratamento oncológico nos quase 300 hospitais habilitados em oncologia no SUS, o Instituto Oncoguia criou uma iniciativa de advocacy batizada de OPERAÇÃO UNIFORME.
Nessa primeira fase da iniciativa, enviamos para os gestores responsáveis por mais de 100 unidades habilitadas em oncologia no SUS pedidos de informação, via lei de acesso, solicitando cópia dos protocolos clínicos utilizados pela instituição para o tratamento sistêmico do câncer, bem como a lista de medicamentos antineoplásicos passíveis de serem prescritos pelo corpo clínico das unidades.
 
O Instituto Oncoguia recebeu 52 respostas que subsidiaram o estudo da primeira fase desta iniciativa. Várias instituições que não enviaram seus protocolos se enquadraram em unidades que não atendem SUS, não são habilitadas em oncologia, se limitam ao serviço cirúrgico, ou estão em fase de elaboração/atualização de seus protocolos.

Com este material em mãos, o Comitê Científico do Instituto Oncoguia realizou o estudo sobre as diferenças no tratamento sistêmico do câncer no Brasil:  "meu SUS é diferente do teu SUS”, publicado no Brazilian Journal Of Oncology e divulgado no VII Fórum de Políticas Públicas de Saúde em Oncologia, do Instituto Oncoguia.
 
E agora?
 
O tema virou pauta de vários veículos de comunicação, tais como "Globo Hora 1”, "TV Rit”, "Folha de São Paulo”, "Jornal Agora”, "Correio do Povo”, "Gazeta do Povo”, "A Tarde”, "Metrópoles”, "Extra” etc.
 
Com o estudo realizado e respaldado pela sociedade médica, podemos neste segundo momento da operação iniciar uma discussão mais profunda sobre os modelos de remuneração e a transparência das informações, de modo a permitir que toda a sociedade tenha confiança no sistema e consiga, junto com os órgãos de controle, fiscalizar efetivamente a política de atenção oncológica.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2017 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive