Especial

Qualidade de vida


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Exercício físico durante tratamento mantém mente e corpo saudável

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 21/08/2016 - Data de atualização: 21/08/2016


Praticar atividades físicas pode parecer o oposto do que você deveria fazer se estiver com câncer e sofre com os sintomas, como , por exemplo, náuseas ou fadiga.

No entanto, pesquisas têm mostrado que as pessoas que vivem com câncer podem e devem manter uma rotina de exercícios ou atividade física em suas vidas.

O exercício pode proporcionar mais energia, além de ajudar no sono e melhorar o humor.

Alguns tratamentos de câncer, como químio e radioterapia, diminuem a resistência, tornando difícil a conclusão de tarefas diárias. Uma rotina de exercícios antes da cirurgia e durante o tratamento podem ajuda-lo a ser fisicamente ativo  e a ter músculos fortes, melhorando seu condicionamento físico. Além disso, o exercício físico libera endorfina, responsável por melhorar o humor e aumentar a energia, melhorando a qualidade de vida das pessoas.

Os pacientes que mantém uma rotina de exercícios acabam ficando menos tempo internados. Por isso, para os pacientes que sofrem de fadiga relacionada ao câncer, a prática de exercícios físicos é a primeira prescrição.

Então, se você recebeu um diagnóstico de câncer, disponibilizamos abaixo algumas dicas para acrescentar um pouco de atividade física em sua vida. Entretanto, antes de iniciar qualquer rotina de exercícios converse com seu médico.

Comece devagar. Inicie com 10 minutos três vezes por dia. Observe se você consegue conversar normalmente durante a prática dos exercícios. Se não conseguir manter uma conversa durante o exercício, diminua o ritmo.

Ouça o seu corpo. Se você estiver com dor ou sem fôlego, faça uma pausa. Não esqueça de aquecer e arrefecer antes e após os exercícios. Uma caminhada lenta é o suficiente.

Qualquer coisa é melhor do que nada. Preste atenção no seu dia e procure as oportunidades em que você possa adicionar um pouco de atividade física. Estacione um pouco mais longe. Opte pelas escadas. Deixe o carro em casa quando o trajeto for curto.

Nunca é tarde para começar. Não importa a sua idade ou o estágio da sua doença, adicionar uma atividade física no seu dia a dia pode ajudá-lo. Aumento da força, menos dor e melhor equilíbrio são resultados positivos dos exercícios.

Faça o que você ama. Escolha uma atividade que você goste. Se não gosta de correr, não corra. Prefira uma atividade que te dê prazer.

Encontre parceiros. Para algumas pessoas, encontrar alguém para praticar exercício pode ajudar a permanecer motivado. Encontrar ou criar um grupo para praticar exercícios juntos com você pode ajudá-lo.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive