Tipos de Câncer

Sarcoma Uterino

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Astellas UICC Libbs GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Exames para Diagnóstico do Sarcoma Uterino

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 26/01/2014 - Data de atualização: 09/04/2017


Os principais tipos de exames realizados para diagnóstico do sarcoma uterino são:

  • Amostragem e Análise do Tecido Endometrial

Para determinar a causa do sangramento uterino anormal, uma amostra de tecido será removida a partir do revestimento do útero e observada sob o microscópio. A amostra pode ser retirada por biópsia do endométrio ou por dilatação e curetagem.

Estes procedimentos permitem que o médico determine se a hemorragia é causada pelo crescimento benigno excessivo do endométrio (hiperplasia), carcinoma endometrial, sarcoma uterino ou por qualquer outra doença. Os exames realizados poderão encontrar boa parte dos sarcomas de estroma endometrial e sarcomas indiferenciados, mas menos da metade dos leiomiossarcomas. Estes testes não encontram todos leiomiossarcomas porque estes tumores se formam na camada muscular da parede do útero. Para se encontrados em uma biópsia ou curetagem, eles precisam se espalhar a partir do músculo para o revestimento interno do útero. Muitas vezes só é possível diagnosticar um leiomiossarcoma removendo-o cirurgicamente.

  • Biópsia Endometrial

Neste procedimento, um cateter é inserido no útero através do colo uterino, para retirar uma amostra do endométrio, é geralmente feito no consultório do médico.

  • Histeroscopia

Este é um procedimento que permite ao médico examinar o interior do útero, com auxílio de um pequeno instrumento óptico que é inserido no útero através do colo uterino. Para ter uma visão melhor, o útero é expandido com solução salina, permitindo ao médico biopsiar qualquer achado anormal como um tumor ou pólipo, Este procedimento geralmente é feito com anestesia local. Em casos, que seja necessária a retirada de pólipos ou de um tumor, é necessário o uso de anestesia geral.

  • Dilatação e Curetagem

Se os resultados da biópsia do endométrio não forem conclusivos, deve ser realizada a dilatação e curetagem, que é feita em uma sala cirúrgica, com a paciente sob anestesia geral. Neste procedimento, o colo do útero é dilatado e um instrumento cirúrgico especial (cureta) é utilizado para raspar o tecido do interior do útero. A maioria das mulheres tem pouco desconforto após este procedimento.

  • Exame do Tecido Endometrial

Todas as amostras obtidas nesses procedimentos são analisadas por um patologista, médico especializado na interpretação de exames laboratoriais e avaliação de células, tecidos e órgãos para diagnosticar a doença. Se células cancerosas estão presentes, o patologista determinará o tipo de sarcoma uterino a que corresponde.

A amostra também pode ser analisada para ver se as células cancerígenas contêm receptores de estrogênio e de progesterona. Estes receptores hormonais são encontrados em muitos sarcomas de estroma endometrial. Tumores com receptores de estrogênio nas células são mais propensos a crescer em resposta ao estrogênio, enquanto aquelas com receptores de progesterona têm frequentemente seu crescimento diminuído pela progesterona. Estes tumores podem parar de crescer quando tratados com medicamentos similares à progesterona ou com medicamentos que diminuam os níveis de estrogênio ou bloqueiam a ação do estrogênio.

  • Cistoscopia e Proctoscopia

Se uma mulher tem sinais ou sintomas que sugerem que o sarcoma uterino se espalhou para a bexiga ou reto, o interior desses órgãos pode ser visualizado através de exames denominados cistoscopia e proctoscopia, respectivamente, mas raramente são realizados no diagnóstico de pacientes com sarcoma uterino.

Fonte: American Cancer Society (15/02/2016)


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive