Tipos de Câncer

Osteossarcoma

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Estadiamento do Osteossarcoma

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 20/10/2012 - Data de atualização: 16/04/2018


O estadiamento descreve aspectos do câncer, como localização, se disseminou, e se está afetando as funções de outros órgãos do corpo. Conhecer o estágio do tumor ajuda na definição do tipo de tratamento e no prognóstico do paciente.

Existem dois sistemas de estadiamento formais utilizados para descrever a extensão de um osteossarcoma. Mas, na prática, os médicos costumam usar um sistema mais simples que divide o osteossarcoma em dois grupos - localizado e metastático – para decidir sobre o melhor tipo de tratamento.

Osteossarcoma Localizado

O osteossarcoma localizado é observado apenas no osso e possivelmente nos tecidos próximos, como músculo, tecido adiposo ou tendão. Cerca de 80% dos osteossarcomas são localizados no momento do diagnóstico. Mas, mesmo quando os exames de imagem não mostram que a doença se disseminou para outras áreas, a maioria dos pacientes é susceptível de ter micro metástases, por isso a quimioterapia é uma parte importante do tratamento para a maioria dos osteossarcomas.

Os osteossarcomas localizados podem ser divididos em dois subgrupos: ressecáveis, quando o tumor pode ser removido por cirurgia, e não ressecáveis, quando não podem ser completamente removidos cirurgicamente.

Osteossarcoma Metastático


O osteossarcoma metastático é aquele que se disseminou para outros órgãos, como pulmões, cérebro, ossos, cérebro ou outros órgãos. Cerca de 20% dos pacientes com osteossarcoma tem metástases ao serem diagnosticados.

Sistema de Estadiamento dos Tumores da Sociedade Americana Muscoesquelética

O sistema de estadiamento da Sociedade Americana Muscoesquelética (MSTS) ou sistema Enneking está baseado em 3 informações:

  • Grau do tumor.
  • Extensão do tumor primário.
  • Presença de metástases.

O grau é dividido em baixo grau (G1) e alto grau (G2). A extensão do tumor primário é classificada como intracompartimental (T1), o que significa que está basicamente dentro do osso, ou extracompartamental (T2), o que significa que se disseminou para outras estruturas vizinhas. Os tumores que não se disseminaram para os gânglios linfáticos ou outros órgãos são considerados M0, enquanto que aqueles que se espalharam são M1.

O estadiamento é fornecido pela combinação desses fatores por meio de algarismos romanos. Os estágios I e II são divididos em A, para tumores intracompartimentais ou B para tumores extracompartamental.

Estágio

Grau

Tumor

Metástase

IA

G1

T1

M0

IB

G1

T2

M0

IIA

G2

T1

M0

IIB

G2

T2

M0

III

G1 ou G2

T1 ouT2

M1


Sistema de Estadiamento TNM

Outro sistema usado ocasionalmente no estadiamento do tumor ósseo é o sistema TNM da American Joint Commission on Cancer (AJCC). O sistema de estadiamento TNM utiliza quatro critérios para avaliar o estágio do câncer: o próprio tumor, os linfonodos regionais ao redor do tumor, se o tumor se espalhou para outras partes do corpo, e o grau do tumor.

TNM é abreviatura de tumor (T), linfonodo (N) e metástase (M):

  • T. Indica o tamanho do tumor primário e se disseminou para outras áreas.
  • N. Descreve se existe disseminação da doença para os linfonodos regionais. Os tumores ósseos raramente se disseminam para os linfonodos.
  • M. Indica se existe presença de metástase em outras partes do corpo.
  • G. É uma descrição de como as células se mostram sob um microscópio. As células de baixo grau são mais parecidas com as células normais e são menos propensas a crescer e se disseminar, enquanto as células tumorais de alto grau são muito diferentes às células normais.

Pela sistema TNM, a inserção de números após as categorias T, N, M e G fornecem mais detalhes sobre cada um desses fatores. Uma vez que as categorias T, N e M e a classificação do tumor ósseo foram determinadas, a informação é combinada em um estágio geral. Estes estágios (que são diferentes daqueles do sistema MSTS) são descritos por números romanos de I a IV, e podem ser ainda subdivididos.

Fonte: American Cancer Society (30/01/2018)


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive