Tipos de Câncer

Câncer de Ovário

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Estadiamento do Câncer de Ovário

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 28/07/2014 - Data de atualização: 06/07/2017


O estadiamento descreve aspectos do câncer, como localização, se disseminou, e se está afetando as funções de outros órgãos do corpo. A maioria dos cânceres de ovário que não está obviamente disseminada são estadiados cirurgicamente. Um dos objetivos da cirurgia para o câncer de ovário é coletar amostras de tecido para diagnóstico e estadiamento. Para estadiar o câncer, amostras de tecidos são retiradas de diferentes partes da pelve e do abdome e analisadas sob o microscópio.

O estadiamento é importante porque os cânceres de ovário têm prognósticos diferentes nos diferentes estágios e são tratados também de forma diferente. A precisão do estadiamento pode determinar se uma paciente será (ou não) curada. Conhecer o estágio do tumor ajuda na definição do tipo de tratamento e no prognóstico da paciente.

O câncer de ovário e de trompas de Falópio é estadiado pelo sistema FIGO, que se baseia nos resultados da cirurgia para determinar a extensão do tumor primário (T), ausência ou presença de metástase nos linfonodos (N) e ausência ou presença de metástase (M). O câncer peritoneal primário é estadiado de forma similar, mas não existe o estágio I.

O sistema de estadiamento da TNM da American Joint Committee on Cancer tem uma outra forma de estadiar o câncer de ovário, trompas de Falópio e peritoneal primário. Também utiliza as categorias T, N e M, entretanto este estágio é ligeiramente diferente do estadiamento FIGO.

Estágios do Câncer de Ovário e Trompa de Falópio


Estágio I. O câncer está localizado apenas no ovário (ou ovários) ou trompas de Falópio, não se disseminou para outros órgãos.

Estágio IA (T1a, N0, M0). O tumor se desenvolveu em um ovário e está confinado a seu interior; ou se desenvolveu em uma trompa de Falópio, e está apenas dentro dela. Não existe tumor na superfície externa do ovário ou da trompa de Falópio.

Estágio IB (T1b, N0, M0). O tumor se desenvolveu tanto nos ovários como nas trompas de Falópio, mas não nas superfícies externas.

Estágio IC (T1c, N0, M0). O câncer está presente em um ou ambos os ovários ou trompas de Falópio e qualquer um dos seguintes está presente:
  • O tecido (cápsula) ao redor do tumor se rompeu durante a cirurgia, permitindo que células cancerosas vazem no abdome e na pelve (derramamento cirúrgico). Estágio IC1.
  • O câncer está na localizado superfície externa de pelo menos um dos ovários ou trompas de Falópio ou a cápsula se rompeu antes da cirurgia. Estágio IC2.
  • O exame de laboratório diagnosticou células cancerosas em líquidos ou amostras de líquido ascítico. Estágio IC3.

Estágio II. O tumor está localizado em um ou ambos os ovários ou trompas de Falópio e se disseminou para outros órgãos, como útero, trompas de Falópio, bexiga, cólon sigmoide ou reto. Não se disseminou para os linfonodos ou locais distantes.

Estágio IIA (T2a, N0, M0). O tumor que começou nos ovários se disseminou para ou invadiu o útero ou as trompas de Falópio ou ambos; ou, o tumor que se iniciou nas trompas de Falópio se disseminou para os ovários, útero ou ambos.

Estágio IIB (T2b, N0, M0). O tumor invadiu outros órgãos pélvicos próximos, como bexiga, cólon sigmoide ou reto.

Estágio III. O câncer está localizado em um ou ambos ovários ou trompas de Falópio. E uma das seguintes condições:
  • O tumor se disseminou para além da pelve até o revestimento do abdome.
  • O tumor se disseminou para os linfonodos posteriores do abdome (linfonodos retroperitoneais).

Estágio IIIA1 (T1 ou T2, N1, M0). O tumor está presente em um ou ambos ovários ou trompas de Falópio e pode ter se disseminado ou desenvolvido em órgãos próximos da pelve. Existem áreas de disseminação nos linfonodos retroperitoneais, mas não existem outras áreas de disseminação da doença.
  • Estágio IIIA1 (i). As áreas de disseminação nos linfonodos são de 10 mm ou menos.
  • Estágio IIIA1 (ii). As áreas de disseminação nos linfonodos são superiores a 10 mm de diâmetro.

Estágio IIIA2 (T3a2, N0 ou N1, M0). O tumor está localizado em um ou ambos os ovários ou trompas de Falópio e pode ter se disseminado ou invadido órgãos próximos da pelve. Durante a cirurgia, não foi visualizado tumor a olho nu no abdome. No entanto, na análise da biópsia foram verificadas sob um microscópio, pequenos depósitos de células cancerosas no revestimento da parte superior do abdome. O tumor também pode ter se disseminado para os linfonodos retroperitoneais, mas não se disseminou para outros órgãos.

Estágio IIIB (T3b, N0 ou N1, M0). Existe tumor em um ou ambos os ovários ou trompas de Falópio, e pode ter se disseminado ou invadido órgãos próximos da pelve. O tumor também pode ter se disseminado para os linfonodos, mas não para o fígado, baço ou outros órgãos.

Estágio IIIC (T3c, N0 ou N1, M0). O tumor está localizado em um ou ambos os ovários ou trompas de Falópio e pode ter se disseminado ou invadido os órgãos próximos da pelve. Depósitos de câncer maiores do que 2 cm de diâmetro são vistos no abdome e podem estar no lado de fora do fígado ou baço. O tumor também pode ter se disseminado para os linfonodos, mas não para o fígado, baço ou outros órgãos.

Estágio IV (Qualquer T, qualquer N, M1). Este é o estágio mais avançado do câncer de ovário. Neste estágio, o tumor se disseminou para o interior do baço, fígado, pulmões ou outros órgãos localizados fora da cavidade peritoneal.

Estágio IVA. As células cancerosas são encontradas no líquido ao redor dos pulmões (derrame pleural maligno), sem outras áreas de câncer disseminadas fora da pelve ou cavidade peritoneal.

Estágio IVB. O tumor se disseminou para outros órgãos.

Estágios do Câncer Peritoneal Primário


Estágio II. O câncer não está localizado nos ovários ou trompas de Falópio. O câncer está apenas no tecido que reveste a pelve (peritônio) e não se disseminou para outro lugar, incluindo a parte superior do abdome ou fora do abdome ou da pelve.

Estágio III. O câncer não está localizado nos ovários ou trompas de Falópio. O câncer está localizado no tecido que reveste a pelve e o abdome (peritônio). Pode estar na superfície (cápsula) do fígado ou baço, mas não dentro desses órgãos. Não se disseminou para fora do abdome ou da pelve.

Estágio IV. O câncer não está localizado nos ovários ou trompas de Falópio. O câncer está localizado no tecido que reveste a pelve e abdome (peritônio) e se disseminou para outros locais, como fígado, baço, pulmões, cérebro, pele ou ossos.

Fonte: American Cancer Society (04/02/2016)


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive