Tipos de Câncer

Câncer de Intestino Delgado

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Bayer Janssen MSD Takeda Astellas UICC Libbs Abbvie Ipsen Sanofi Daiichi Sankyo GSK Avon Nestlé Servier Viatris


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Estadiamento do Câncer de Intestino Delgado

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 23/04/2013 - Data de atualização: 27/03/2017


O estadiamento descreve aspectos do câncer, como localização, se disseminou, e se está afetando as funções de outros órgãos do corpo. Conhecer o estágio do tumor ajuda na definição do tipo de tratamento e a prever o prognóstico da paciente.

O sistema de estadiamento utilizado para câncer de intestino delgado é o sistema TNM, da American Joint Committee on Cancer (AJCC). O sistema TNM utiliza três critérios para avaliar o estágio do câncer: o próprio tumor, os linfonodos regionais ao redor do tumor, e se o tumor se disseminou para outras partes do corpo.

TNM é abreviatura de tumor (T), linfonodo (N) e metástase (M):

  • T. Indica o tamanho do tumor primário e se disseminou para outras áreas.
  • N. Descreve se existe disseminação da doença para os linfonodos regionais ou se há evidência de metástases em trânsito.
  • M. Indica se existe presença de metástase em outras partes do corpo.

Tumor. Pelo sistema TNM, o T acompanhado de um número (0 a 4) é usado para descrever o tumor primário, particularmente o seu tamanho. Pode também ser atribuída uma letra minúscula "a" ou "b" com base na ulceração e taxa mitótica.

Linfonodo. O N no sistema TNM representa os linfonodos regionais, e também é atribuído a ele um número (0 a 3), que indica se a doença disseminou para os gânglios linfáticos. Pode também ser atribuída uma letra minúscula "a", "b", ou "c", conforme descrito abaixo.

Metástase. O M no sistema TNM indica se a doença se espalhou para outras partes do corpo.

  • Tumor Primário (T)

O tumor primário (T) descreve a extensão da disseminação através das camadas que formam a parede do intestino delgado. Essas camadas, do interior para o exterior, incluem a mucosa, a submucosa, a muscularis propria, a subserosa e a serosa.


Tx. O tumor primário não pode ser avaliado.

Tis. O tumor está localizado apenas no epitélio. As células cancerígenas estão in situ.

T1a. O tumor se desenvolveu a partir da camada superior das células da mucosa e na lâmina própria.
T1b. O tumor se desenvolveu na mucosa e na submucosa

T2. O tumor se desenvolveu na mucosa, na submucosa e na muscular própria.

T3. O tumor se desenvolveu nas camadas internas da parede do intestino (mucosa, submucosa e muscularis propria) e na subserosa.

T4. O tumor se desenvolveu por toda a parede do intestino delgado, incluindo a serosa. E pode estar crescendo nos tecidos e órgãos adjacentes.

  • Linfonodos Regional (N)

Nx. Não existem informações linfonodais disponíveis.

N0. Ausência de linfonodo comprometido.

N1. O tumor se disseminou para até 3 linfonodos.

N2. O tumor se disseminou para 4 ou mais linfonodos.

  • Metástase à Distância (M)

M0. Ausência de metástase à distância.

M1. Metástase à distância.

  • Estágios do Câncer

Estágio 0. Tis, N0, M0.

Estágio I. T1 ou T2, N0, M0.

Estágio IIA. T3 ou T4, N0, M0.

Estágio IIB. T4, N0, M0.

Estágio IIIA. Qualquer T, N1, M0.

Estágio IIIB. Qualquer T, N2, M0.

Estágio IV. Qualquer T, qualquer N, M1.

Fonte: American Cancer Society (09/02/2016)


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive