Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

É possível transmissão via vaginal de câncer para o bebê em mães com neoplasia de colo?

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 13/01/2021 - Data de atualização: 13/01/2021


O câncer de colo uterino ainda é a quarta causa de morte por câncer em mulheres no Brasil. Espera-se redução dos casos com a implementação da vacina para os adolescentes no programa nacional de imunização, porém essa medida só trará resultados a longo prazo. Deve-se sempre orientar às mulheres que realizem o rastreamento regularmente, a fim de prevenir essa patologia com a possibilidade de tratamento das lesões precursoras ou quando já presente o tumor realizar um diagnóstico mais precoce.

Estudo recente
Artigo publicado no New England Journal of Medicine este mês traz dois relatos de casos de crianças com câncer de pulmão após transmissão de células tumorais de mãe para filho em mulheres com câncer cervical. A descoberta foi incidental, feita através de sequenciamento genético de nova geração realizada de rotina com comparação de tecidos sadios e tumorais em um experimento japonês que envolve pacientes com câncer. Provavelmente por barreira transplacentária e resposta aloimune fetal, é muito rara mas já existe descrição prévia de transmissão vertical de câncer em torno de 1 caso para 500.000 gestantes com câncer, enquanto estima-se que 1 em cada 1.000 nascidos vivos apresentam mães com neoplasia maligna. A diferença é que nos relatos prévios, a provável transmissão de tumores maternos de pele, pulmão, sangue foi via hematogênica transplacentária, levando acometimento cerebral, hepático e outros tecidos nas crianças de até 2 anos. Neste novo estudo, sugere-se a possibilidade de transmissão vaginal em casos de câncer de colo através da exposição a células tumorais que podem ser aspiradas pelo feto no canal de parto.

O primeiro paciente nasceu de parto vaginal com 39 semanas e apresentou aos 23 meses câncer neuroendócrino de pulmão. Sua mãe diagnosticada com carcinoma de células escamosas 3 meses após o parto, foi submetida à histerectomia + linfonodectomia e quimioterapia adjuvante, mas evoluiu com metástase hepática, óssea e pulmonar e revisão de lâmina do tumor mostrou também diferenciação focal neuroendócrina. O segundo paciente nasceu de parto vaginal com 38 semanas e aos 6 anos cursou com adenocarcinoma mucinoso no pulmão esquerdo, incomum tipo de tumor primário neste órgão. Sua mãe no pré-natal apresentou pólipo cervical com citologia negativa e sem aumento do tumor durante gravidez, foi submetida no pós parto a biópsia que revelou adenocarcinoma com histologia compatível ao tumor do filho.

Ambas crianças são do sexo masculino e apresentaram células tumorais sem cromossomo Y, com presença de genoma de HPV e múltiplas mutações exibidas também nos tumores maternos. Esses dados corroboram a via de transmissão de mãe para filho. E o padrão de crescimento peribrônquico da neoplasia nas crianças sugere contaminação por aspiração de fluidos no canal vaginal contendo células tumorais durante o parto, diferente do padrão neoplásico já descrito anteriormente.

Fonte: PebMed

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive