Tipos de Câncer

Câncer de Próstata

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Dr. Carlos Corradi nos fala sobre Prevenção do Câncer de Próstata

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 18/10/2012 - Data de atualização: 18/10/2012


Confira a entrevista do Dr. Carlos Corradi, médico urologista, chefe do Departamento de Urooncologia da Sociedade Brasileira de Urologia.

Instituto Oncoguia - Os urologistas recomendam que todos os homens acima de 45 anos façam anualmente o exame de PSA e o toque retal. De que forma a combinação desses 2 exames podem ajudar na prevenção do câncer de próstata?

Carlos Corradi - A combinação desses dois exames é fundamental para o diagnóstico precoce do câncer de próstata. O PSA – dosagem do antígeno prostático específico juntamente com o toque retal podem diagnosticar se algo está diferente na próstata. Lembrando que os dois exames são complementares. Após aumento no número do PSA e alteração na próstata diagnosticada pelo toque, o paciente deve ser submetido à ultra-sonografia pélvica e, dependendo do caso, a biópsia prostática transretal.

O aumento do PSA não significa necessariamente a presença de um tumor. O PSA pode subir por diversos fatores, entre eles relação sexual e exercícios físicos. Por isso, a combinação dos exames é tão importante.

Instituto Oncoguia - Quais são as principais opções de tratamento para esse tipo de câncer?

Carlos Corradi - Após o diagnóstico do câncer de próstata, é necessário fazer o estadiamento da doença. São duas as principais opções de tratamento para o câncer de próstata. A radioterapia e a cirurgia radical.

Radioterapia - A radioterapia é um procedimento sempre indicado para pacientes com mais de 70 anos. Ela é indicada para homens que não estão em condições de se submeterem a uma operação.

Já a cirurgia, a prostatectomia radical e a retirada dos linfonodos é feita através de uma incisão no abdômen, abaixo do umbigo, pela qual a próstata é removida e com ela, o tumor. A cirurgia radical e a evolução dos pacientes costumam ser bastante favoráveis.

Instituto Oncoguia - De que forma o senhor acredita que podemos contribuir para a prevenção do câncer de próstata?

Carlos Corradi - Ainda hoje existe muito preconceito em relação ao câncer de próstata, mas muito tem se evoluído a respeito da doença. A chave para a cura do câncer de próstata é a detecção precoce. Todo homem deve ter consciência disso. O machismo impede que o homem cuide de sua própria saúde. Fazer o exame de toque não vai fazer que o paciente seja mais ou menos homem, muito menos que ele perca a virilidade. Sabemos que o exame de toque não é agradável de fazer, mas ele é necessário, além de ser rápido.

Instituto Oncoguia - O senhor poderia comentar sobre a relação da obesidade e o câncer de próstata?

Carlos Corradi - Algumas pesquisas vêm abordando a relação existente entre Câncer de próstata agressivo e obesidade. Isso se dá devido ao aumento e a baixa de hormônios devido a obesidade (queda da testosterona e aumento do estrogênio, por exemplo). A obesidade está ligada intimamente com o diabetes. O diabetes por sua vez aumenta a quantidade de hormônio na corrente sanguínea, aumentando assim a multiplicação celular, o que ajuda na formação de tumores na próstata. .

Instituto Oncoguia - De que forma a esposa, namorada ou companheira pode ajudar o homem a se prevenir contra o câncer de próstata?

Carlos Corradi - Está comprovado que, 90% dos pacientes vão ao consultório do urologista acompanhados (e levados) pela esposa/mulher/namorada/companheira. A mulher tem papel preponderante na prevenção do câncer de próstata, já que incentiva a seu marido a cuidar de sua saúde, assim como elas estão cuidando da sua.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive