Espaço do

Familiar

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Dicas para os cuidadores

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 09/12/2019 - Data de atualização: 09/12/2019


Uma boa comunicação permite que você se expresse, ajude outras pessoas a entender seus limites e necessidades e compreenda os limites e necessidades do paciente. Você precisará conversar com o paciente, médicos, amigos, familiares e até com pessoas que você mal conhece e que estão preocupadas com ele. Isso pode ser difícil de fazer.

Ao conversar com o paciente, assegure-lhe que ele é a sua principal preocupação. Faça com que ele saiba que você quer estar lá e precisa ser incluído em seus cuidados. Tente algo como:

  • “Este é um momento assustador para nós, mas quero estar aqui para ajudá-lo a superar isso. Você não está sozinho."
  • "Farei o que puder para ajudá-lo. Às vezes, posso fazer a coisa errada ou não saber o que fazer, mas farei o meu melhor."
  • "Podemos fazer isso juntos. Vamos tentar nos abrir e trabalhar um com o outro, não importa o que aconteça."

É bom definir uma meta de abertura e compartilhamento desde o início. Às vezes, pode ser difícil. Lembrem um ao outro que vocês estão do mesmo lado. Compartilhem seus medos e preocupações. Vocês irão discordar e talvez até briguem, mas a abertura ajudará vocês a lidarem com os conflitos. Também o ajudará a se apoiar e a reduzir o sofrimento e a ansiedade. A aceitação e o compartilhamento ajudarão a manter seu relacionamento forte.

          O que fazer quando o paciente não compartilha as informações?

É normal querer proteger as pessoas que você gosta e com quem se importa. Mas, às vezes, isso pode se tornar um problema. Por exemplo, se o paciente está apresentando um novo sintoma, ou algum sintoma específico se agrava, sobre os quais não informa ao cuidador ou ao médico.

Tente entender os motivos que levam o paciente a reter informações. Ele é normalmente uma pessoa muito discreta? Ou está apenas tentando proteger você ou os familiares? Será que ele está com medo e tentando negar o que está acontecendo?



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive