top

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Eisai Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

[DICAS] 4 Pacientes te ajudam a retomar vida sexual após o câncer

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 11/04/2016 - Data de atualização: 11/04/2016


Filmes eróticos, programas românticos e lubrificantes são algumas dicas que pessoas que passaram por tratamento dão para resgatar os momentos a dois

Os relatos de pessoas que venceram um câncer são similares quando o assunto é vida sexual: ela muda – nem que seja por um curto espaço de tempo. Quem já passou por isso conta quais são as estratégias para restabelecer o desejo e voltar a ter uma vida a dois sadia. Confira, a seguir, quais são os principais conselhos.

Lucia, 46 anos, diagnosticada com câncer de mama aos 38, passou por quimioterapia e dupla mastectomia; é casada desde 2006

1. Redescobrir o corpo

"Depois da cirurgia [de mastectomia], meu interesse sexual diminuiu muito. O corpo mudou e perdi o desejo. Não era mais como antes. Perdi a sensibilidade nos mamilos, parecia que as sensações eram menos intensas. Passei a evitar o contato.

Ainda bem que meu marido sempre foi muito compreensivo. Precisamos de dois anos para recuperar a frequência. Ele me ajudava a descobrir pontos sensíveis no corpo.”

2. Investir em programas a dois

"[Meu marido] trouxe mais romantismo para a relação. Recebia flores, ganhava jantar especial em casa.”

***

Rita, 43 anos, diagnosticada com câncer de mama aos 40 anos, passou por mastectomia na mama esquerda e radioterapia; é casada desde 2009

3. Usar lubrificante

"Dois fatores bloqueavam o relacionamento com meu parceiro. Levei dois anos para fazer a reconstrução de mama e entrei na menopausa por causa da medicação. Além de estar com a autoestima no chão, porque meu corpo tinha mudado, não tinha mais lubrificação [vaginal] como antes. Eu tinha sangramento após a relação. No começo, tentamos usar um lubrificante.”

4. Tocar o corpo um do outro

"Ficamos no toque por bastante tempo [para recuperar o desejo].”

5. Fazer sexo oral

"Redescobrimos o sexo oral. Eu me sentia mais confortável.”

***

Luana, 50 anos, diagnosticada com câncer de colo de útero aos 48 anos; está namorando há um ano

6. Assistir a filmes eróticos

"Sempre tive preconceito em relação a filmes eróticos. Mas, depois da cirurgia, eu tinha que tentar recuperar a libido.”

7. Ir a sex shops

"Minha recomendação é: faça uma visita a um sex shop. E vá sem julgamentos...”

***

José, 55 anos, diagnosticado com câncer de próstata aos 53 anos; é casado desde 1986

8. Buscar informação especializada

"Antes da cirurgia [de próstata], eu tive muito medo. Tinha risco de incontinência urinária e impotência. Por questão de milímetros, isso podia acontecer durante a operação. E se me acontecesse algo? Será que poderia dar problema no futuro?

Por isso a primeira relação com minha mulher foi tensa. Foi ruim. Falei com o médico. Perguntei se alguma coisa poderia acontecer após a cirurgia. Foi só depois disso que me acalmei. Informação faz toda a diferença.”

Por QSocial
Crédito: Michel Goins/FreeImages.com



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2017 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive