top

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Eisai Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Medtronic Takeda Susan Komen Astellas UICC


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Crianças com câncer brincam carnaval em hospital de Teresina

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 17/02/2017 - Data de atualização: 17/02/2017


A manhã desta quinta-feira (16) teve um momento de alegria para crianças que fazem tratamento contra câncer no Hospital São Marcos, em Teresina. As majestades da folia e a banda da Prefeitura de Teresina foram até o hospital para realizar a festa para as crianças, os pais e também para funcionários da instituição. A Rede Feminina de Combate ao Câncer do Piauí (RFCC-PI) organizou o momento para estabelecer uma interação lúdica com as famílias.

Valcicleia Silva, mãe de Vitória, de três anos, participou da festa depois de saber que a filha vai ter de passar mais tempo em tratamento contra o câncer. "Temos uma rotina dolorida, principalmente porque depois de 8 meses de tratamento teve uma recaída e ela vai ter de recomeçar o tratamento”, comentou Valcicleia, que é lavradora no Maranhão. A mãe de Vitória disse que a festa é também um alívio para a rotina do tratamento. "É importante porque a criança esquece da dor e também para os pais que podem também esquecer um pouco da situação”, afirmou.

Para o ajudante de pedreiro, Mariano dos Reis, que vem três vezes por mês a Teresina com o filho de 13 anos as festinhas ajudam até mesmo no tratamento. "Meu filho faz tratamento há 5 anos de um tumor no sistema digestivo e ajuda a melhorar porque é um momento feliz”, comentou Mariano dos Reis. A vice-presidente da RFCC-PI e voluntária há 19 anos, Gracinha Andrade, disse que o baile de carnaval é um momento de integração entre os pacientes.

"O auditório é aberto e todos os pacientes porque todos são bem vindos em meio a uma rotina pesada. E um momento de minimizar a dor do tratamento, principalmente para crianças que perdem uma parte da infância no hospital. É uma oportunidade para descontrair”, explica Gracinha Andrade.

As majestades de folia participaram da festa e também estão integradas no apoio para os pacientes com câncer. "É a terceira vez que participo, mas sou voluntário da rede participando das várias atividades para as crianças. Nós nos sentimos realizados com poder ajudar”, disse o rei da folia, João Paulo Ferreira. A festa foi acompanhada pela banda da Prefeitura de Teresina, com um repertório baseado em samba e frevo.

Para a rainha do carnaval, Carolina Letícia a festa é uma chance de sair da rotina do hospital. "As pessoas tem a liberdade de ir a outros lugares e os pacientes ficam por aqui e nós trazemos o carnaval às pessoas impossibilitadas de sair para que elas possam se alegrar e ter felicidade, como as que tem fora”, destacou a rainha do carnaval.

Fonte: G1

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2017 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive