top

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Eisai Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Crianças com câncer brincam carnaval em hospital de Teresina

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 17/02/2017 - Data de atualização: 17/02/2017


A manhã desta quinta-feira (16) teve um momento de alegria para crianças que fazem tratamento contra câncer no Hospital São Marcos, em Teresina. As majestades da folia e a banda da Prefeitura de Teresina foram até o hospital para realizar a festa para as crianças, os pais e também para funcionários da instituição. A Rede Feminina de Combate ao Câncer do Piauí (RFCC-PI) organizou o momento para estabelecer uma interação lúdica com as famílias.

Valcicleia Silva, mãe de Vitória, de três anos, participou da festa depois de saber que a filha vai ter de passar mais tempo em tratamento contra o câncer. "Temos uma rotina dolorida, principalmente porque depois de 8 meses de tratamento teve uma recaída e ela vai ter de recomeçar o tratamento”, comentou Valcicleia, que é lavradora no Maranhão. A mãe de Vitória disse que a festa é também um alívio para a rotina do tratamento. "É importante porque a criança esquece da dor e também para os pais que podem também esquecer um pouco da situação”, afirmou.

Para o ajudante de pedreiro, Mariano dos Reis, que vem três vezes por mês a Teresina com o filho de 13 anos as festinhas ajudam até mesmo no tratamento. "Meu filho faz tratamento há 5 anos de um tumor no sistema digestivo e ajuda a melhorar porque é um momento feliz”, comentou Mariano dos Reis. A vice-presidente da RFCC-PI e voluntária há 19 anos, Gracinha Andrade, disse que o baile de carnaval é um momento de integração entre os pacientes.

"O auditório é aberto e todos os pacientes porque todos são bem vindos em meio a uma rotina pesada. E um momento de minimizar a dor do tratamento, principalmente para crianças que perdem uma parte da infância no hospital. É uma oportunidade para descontrair”, explica Gracinha Andrade.

As majestades de folia participaram da festa e também estão integradas no apoio para os pacientes com câncer. "É a terceira vez que participo, mas sou voluntário da rede participando das várias atividades para as crianças. Nós nos sentimos realizados com poder ajudar”, disse o rei da folia, João Paulo Ferreira. A festa foi acompanhada pela banda da Prefeitura de Teresina, com um repertório baseado em samba e frevo.

Para a rainha do carnaval, Carolina Letícia a festa é uma chance de sair da rotina do hospital. "As pessoas tem a liberdade de ir a outros lugares e os pacientes ficam por aqui e nós trazemos o carnaval às pessoas impossibilitadas de sair para que elas possam se alegrar e ter felicidade, como as que tem fora”, destacou a rainha do carnaval.

Fonte: G1

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2017 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive