Tipos de Câncer

Rabdomiossarcoma


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia Sanofi Grunenthal Sirtex Servier Oncologia Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Converse com o médico sobre rabdomiossarcoma

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 24/07/2013 - Data de atualização: 05/05/2021


Preparamos um roteiro de perguntas que podem lhe orientar numa conversa com o médico. Alguns pontos são muito importantes e não devem ser deixados de lado.

Antes da biópsia

  • Como será realizada a biópsia?
  • Quanto tempo demora para ficar pronto o resultado da biópsia?

No diagnóstico

  • Que tipo de rabdomiossarcoma eu (meu filho) tenho (tem)?
  • Qual é o estadiamento da doença? O que isso significa?
  • É necessária a realização de exames adicionais ou biópsias?

Antes do tratamento

  • Quais as opções de tratamento disponíveis para meu caso (o caso do meu filho)?
  • Qual é o objetivo do tratamento?
  • Quanto tempo dura o tratamento?
  • Qual das opções de tratamento que você recomenda? Por quê?
  • Quais são os possíveis efeitos colaterais do tratamento a curto e a longo prazo?
  • O tratamento poderá ser organizado de modo que meu filho não perca aulas no colégio?
  • Como podemos explicar o que está acontecendo ao nosso filho, de modo que ele, seus irmãos, irmãs e amigos possam entender?
  • O tratamento poderá afetar, no futuro, a fertilidade do meu filho?
  • De que forma o tratamento afetará nossas atividades do dia a dia?

Durante o tratamento

  • Como saberemos se o tratamento está respondendo?
  • Como podemos gerenciar os efeitos colaterais?
  • Quais sintomas ou efeitos colaterais devemos comunicar a você imediatamente?
  • Como podemos entrar em contato com você a noite, aos finais de semana ou feriados?
  • Quais as chances de uma recidiva? O que será feito se isso acontecer?
  • Que tipo de acompanhamento e reabilitação será necessário após o tratamento?
  • Existem grupos de apoio com os quais possamos trocar nossa experiência?
  • Com que frequência devemos fazer consultas de retorno?

É muito importante perguntar e esclarecer todas suas dúvidas, a informação é um direito seu!

Texto originalmente publicado no site da American Cancer Society, em 16/07/2018, livremente traduzido e adaptado pela Equipe do Instituto Oncoguia.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive