Tipos de Câncer

Sarcoma de Kaposi

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Considerações Gerais no Tratamento do Sarcoma de Kaposi

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 07/02/2014 - Data de atualização: 11/02/2017


Diferentes opções de tratamento para o sarcoma de Kaposi foram discutidas nas seções anteriores. Decidir qual o tratamento a ser utilizado depende de uma série de fatores, como:

  • Tipo de sarcoma de Kaposi.
  • Localização e quantidade das lesões.
  • Tipos de problemas causados pelas lesões.
  • Estado de saúde geral do paciente.

Estes fatores precisam ser considerados porque certos tratamentos como a quimioterapia, podem ter efeitos colaterais severos. Pacientes debilitados ou com outros problemas de saúde podem não tolerar a quimioterapia.

Sarcoma de Kaposi relacionado com a AIDS


Para pacientes com AIDS, o mais importante do tratamento do sarcoma de Kaposi é tratar a infecção pelo HIV com coquetel de medicamentos anti-AIDS. Em muitos pacientes, as lesões do sarcoma diminuem e sua função imunológica melhora. Em alguns pacientes com AIDS, a terapia antirretroviral altamente ativa (HAART) pode ser o único tratamento necessário para tratar o sarcoma de Kaposi. O HAART também ajuda os pacientes com AIDS a viverem mais e a se sentirem melhor. Ainda assim, outros tratamentos para o sarcoma de Kaposi podem ser necessários para melhorar sintomas como dor e inchaço.

Tratamentos locais, como radioterapia, criocirurgia ou retinoide tópica, podem ser utilizados, se existirem apenas algumas lesões cutâneas. Os tumores de pele, boca ou ânus são muitas vezes tratados com baixas doses de radioterapia. Como regra geral, a radioterapia é realizada para aliviar sintomas ou tratar lesões visíveis. Às vezes, a radiação é administrada em pacientes sem condições clínicas de fazer a quimioterapia, porque estão fracos ou por problemas hepáticos.

A quimioterapia pode ser adicionada a HAART em pacientes com:

  • Múltiplas lesões na pele ou boca.
  • Linfedema causado pelo sarcoma de Kaposi.
  • Lesões pulmonares, causando falta de ar.
  • Lesões no estômago e intestinos que causaram anemia, perda de peso ou outros problemas.

Geralmente a quimioterapia é feita com paclitaxel ou uma das antraciclinas lipossomais. Se esses medicamentos não funcionam, outros quimioterápicos podem ser utilizados.

Sarcoma de Kaposi Clássico


O sarcoma de Kaposi clássico se desenvolve e se dissemina lentamente, de modo que as lesões são muitas vezes tratadas com cirurgia, radioterapia ou com tratamentos local, como a quimioterapia intralesional.

A quimioterapia pode ser utilizada para as lesões da pele generalizadas ou para o sarcoma de Kaposi disseminado para os linfonodos, pulmões ou trato digestivo. Os medicamentos utilizados são as antraciclinas lipossomais ou paclitaxel.

Sarcoma de Kaposi relacionado ao Transplante

Em pacientes transplantados, as lesões do sarcoma de Kaposi, às vezes, desaparecem por conta própria, se os medicamentos que suprimem o sistema imunológico são modificados quanto a dose ou são suspensos. O sirolimus pode ser utilizado no lugar de outra droga antirejeição, porque pode diminuir o tamanho das lesões do sarcoma.

As lesões cutâneas podem ser tratadas com radioterapia ou outra terapia local. A maioria dos médicos tenta evitar a quimioterapia em pacientes transplantados. Embora alguns pacientes possam concordar em participar de estudos clínicos com novos medicamentos.

Sarcoma de Kaposi Endêmico


Como o sarcoma de Kaposi endêmico ocorre de alta incidência de AIDS com limitações econômicas, as opções de tratamento são muitas vezes limitadas. Quando disponíveis, podem ser utilizados os mesmos tratamentos indicados para o sarcoma de Kaposi clássico.

Sarcoma de Kaposi em Homossexuais HIV-Negativos


Esta forma da doença é semelhante ao sarcoma de Kaposi clássico, mas ocorre em homens mais jovens. Ele é tratado como o sarcoma de Kaposi clássico.

Fonte: American Cancer Society (09/02/2016)


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive