Tipos de Câncer

Linfoma Não Hodgkin em Crianças

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Como Prevenir o Linfoma Não Hodgkin em Crianças

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 28/05/2017 - Data de atualização: 28/05/2017


A maioria das crianças com linfoma não Hodgkin não tem fatores de risco conhecidos que podem ser alterados, por isso não há maneira de se proteger contra esses linfomas. Por enquanto, a melhor maneira de reduzir o risco de linfoma não Hodgkin é tentar prevenir os fatores de risco conhecidos, como sistema imunológico enfraquecido.

A infecção com o vírus da imunodeficiência humana (HIV) é uma causa evitável de deficiência imunológica. O HIV é transmitido principalmente entre os adultos por meio de relações sexuais desprotegidas e por usuários de drogas injetáveis ​​que compartilham agulhas contaminadas. Atualmente, as transfusões de sangue são uma fonte extremamente rara de infecção pelo HIV.

As crianças adquirem a infecção pelo HIV a partir do contato com o sangue da mãe, geralmente antes ou durante o parto. Tratar a mulher grávida com medicamentos anti-HIV pode reduzir muito o risco de infectar o bebê. O HIV pode ser transmitido pelo leite materno, por isso mães HIV-positivas são orientadas a não amamentar.

Alguns casos de linfoma não Hodgkin são causados pelo tratamento de outros tipos de câncer com radioterapia e quimioterapia, ou pelo uso de medicamentos imunossupressores para evitar a rejeição de órgãos transplantados. Os pesquisadores estão tentando encontrar maneiras melhores de tratar essas condições, sem aumentar o risco de linfoma. Atualmente, o baixo risco de desenvolver linfoma não Hodgkin anos mais tarde devido ao tratamento, deve ser ponderado com os próprios riscos da doença.

Como a maioria das crianças com linfoma não Hodgkin não tem fatores de risco conhecidos que possam ser alterados, é importante notar que não há nada que essas crianças ou seus pais poderiam ter feito para prevenir a doença.

Fonte: American Cancer Society (27/01/2016)


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive