Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Como preservar a fertilidade no tratamento de câncer?

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 09/01/2019 - Data de atualização: 09/01/2019


Todo paciente que vai fazer um tratamento de câncer e ainda está em idade reprodutiva deve ser alertado da possibilidade de perder a fertilidade e saber as opções disponíveis para preservá-la. Alguns tratamentos podem destruir óvulos e espermatozoides. O Bem Estar desta terça-feira (8) conversou sobre o assunto com o oncologista Fernando Maluf e a ginecologista Ana Lucia Beltrame.

Todo tratamento de câncer pode prejudicar a fertilidade da mulher. Depende da medicação, da dose que foi utilizada e da idade da mulher. Já no homem, a fertilidade não é tão afetada. Entretanto, ele também deve ser alertado da possível perda de fertilidade.

Quando engravidar?

Segundo o oncologista Fernando Maluf, o ideal seria engravidar depois de cinco anos do término do tratamento de câncer. Contudo, a decisão precisa ser discutida caso a caso. A indicação é esperar, no mínimo, um ano após o tratamento para evitar o risco de prematuridade.

Como preservar a fertilidade da mulher?

  • Congelamento de óvulos
  • Congelamento dos embriões
  • Congelamento do tecido ovariano (tratamento experimental)

A psicóloga Carla Alves Loto Crepaldi optou pelo congelamento de óvulos. Aos três anos de casamento, ela e o marido decidiram tentar engravidar, mas descobriram um câncer de mama. Uma médica amiga da família alertou que o tratamento do câncer poderia comprometer a fertilidade. Então, antes de iniciar a quimioterapia, Carla fez um procedimento de preservação dos óvulos.
“A gente não teve dúvidas [na hora de congelar os óvulos]”, conta a psicóloga. A coleta foi feita em São Paulo e o tratamento durou de 12 a 15 dias. Com os óvulos garantidos, Carla começou o tratar o câncer – quimioterapia, retirada de mama e radioterapia.

A doença está controlada, mas o casal ainda precisa esperar o fim do tratamento para tentar a gravidez – por via natural ou, se precisar, utilizando os óvulos congelados.

Como preservar a fertilidade do homem?

A forma mais comum é através do congelamento do sêmen coletado por masturbação, antes da quimioterapia ou radioterapia.

Fonte: Bem Estar

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive