Especial

Qualidade de vida


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Como meditar por Monja Coen

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 10/03/2012 - Data de atualização: 10/03/2012


Sente-se com a coluna ereta (ou sinta o alinhamento de seu corpo, deitada de costas, sem travesseiro, sobre uma superfície que não afunde muito com o peso de seu corpo).

Solte o ar profundamente pela boca. Sinta o pulmão se esvaziando quase que completamente. Não faça nada que seu corpo se sinta agredido. Respeite seu corpo.

Inspire profundamente e torne a expirar pela boca. Repita isso três vezes.

Então feche os lábios suavemente e respire pelas narinas. Sua respiração natural. Observe como está. Observe se é uma respiração alta ou se é mais baixa, abdominal. Perceba se as inspirações e expirações são longas ou curtas. Apenas observe.

Os olhos ficam entreabertos, pousados naturalmente. Sem cerrar as pálpebras, evitando assim o relaxamento total e o adormecimento.

O que estamos fazendo é Zazen.

Sentar-se em Zen. A meditação que vai além da dualidade sujeito/objeto.

A ponta da língua deve encostar de leve no céu da boca, atrás dos dentes frontais.
Estamos em uma postura. É firme e relaxada.

Quem está sentada pode colocar o dorso da mão direita sobre o colo e o dorso da mão esquerda descansa sobre a palma da mão direita. Quem se deitou apenas una o polegar com o indicador de cada uma das mãos e deixe os braços estendidos com as palmas para cima. Suavemente.

Quem estiver sentada verifique se as juntas dos dedos da mão esquerda estão sobre as juntas dos dedos da mão direita. Os polegares se tocam, ponta com ponta, como se houvesse uma finíssima folha de papel entre os dois. Leve, suave. Formamos com as mãos um mudra (posição) chamado de mudra cósmico. Uma forma elíptica, como se houvesse uma bola de ar em nossas mãos. É a forma dos movimentos dos planetas no cosmos.

O cosmos está em nossas mãos. Estamos nas mãos do cosmos. Sem dualidades. Somos o cosmos, somos a vida do universo em manifestação, transformação, expansão.

Sem medo ao nada. Sem medo ao todo. Abertas à experiência única da vida humana.
Sentamo-nos e ouvimos todos os sons, todos os silêncios. Externos e internos.
Sentimos todas as fragrâncias, todos os odores e não odores. Internos e externos.
Percebemos a luz e a sombra. As formas e as não formas.

Sentimos a saliva na boca. Sabores e não sabores. Através da pele percebemos o ar, a brisa, o calor. Os tecidos que nos tocam a pele. O que não toca. E observamos a mente. A mente que pensa. A mente que não pensa.

A dor, a angústia, o sofrimento. O prazer, a alegria, a tranquilidade. Tudo está em nós.

Vamos abrindo a caixa de sensações, percepções, emoções, memórias, ações.
Não há nada a jogar fora. Não há no que se apegar.

Fluindo. Deixamos fluir as sensações prejudiciais. Não há nada fixo nem permanente.

Vamos surpreender a nós e ao mundo, renascendo em cada instante com a leveza de quem vive pela primeira e última vez.

Este é o Zazen do Grande Veículo, que nos leva a compreensão de nós, da vida, da morte, da doença, da velhice, do nascimento, da cura, da doçura de podermos estar experimentando as inúmeras possibilidades de existir. Co existir. Inter Ser.

Quando menos esperamos a dor se transforma e podemos agradecer e celebrar a vida.

Que todos os seres iluminados e benfazejos nos abençoem. E protejam. Agora e sempre.

Mãos em prece



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive