Especial

Qualidade de vida


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Eisai Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Como incorporar mais proteína em sua dieta

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 31/03/2013 - Data de atualização: 31/03/2013


Carne magra, peixe, aves, produtos lácteos, nozes, feijão, ervilhas, lentilhas e soja são boas fontes de proteínas. Para obter mais proteína por dia, tente algumas destas dicas:

  1. Adicione queijo em sanduíches, sopas, massas, arroz e macarrão.
  2. Coloque carne magra, peixe ou tofu no molho do macarrão, cozidos, sopas e molhos em geral. Ou se preferir, frite-os junto com legumes para uma refeição rápida e nutritiva.
  3. Use leite em vez de água na cozinha, quando possível.
  4. Coma ovos cozidos. Adicione ovos picados em saladas e sanduiches.
  5. Adicione nozes e sementes nos seus lanches, pães, biscoitos, bolos, panquecas e cereais.

  • Como se alimentar quando seu sistema imunológico estiver enfraquecido

Você pode se preocupar com o que acontece com o seu sistema imunológico durante o tratamento do câncer. Será que a remoção dos gânglios linfáticos ou a quimioterapia causam danos ao seu sistema imunológico? Ter uma dieta saudável e balanceada durante e após o tratamento pode ajudar o sistema imunológico a se recuperar mais rapidamente após o tratamento.

Se o seu sistema imunológico estiver fraco, fique longe de bactérias e outros organismos que podem deixá-lo doente.

As proteínas ajudam a manter o seu sistema imunológico forte. Aqui estão algumas boas fontes de proteínas para o sistema imunológico enfraquecido:

  1. Carne magra, peixe, ovos e tofu, sempre bem cozidos.
  2. Leite pasteurizado com baixo teor de gordura.
  3. Queijo cottage ou iogurte desnatado pasteurizado.
  4. Sopa enlatada ou desidratada.
  5. Multivitamínicos. Converse com o seu médico sobre tomar um multivitamínico diariamente.

Certos alimentos podem ter altos níveis de bactérias e não é muito recomendando para pessoas com sistema imunológico debilitado:

  1. Vegetais crus, como alfafa, rabanete e brócolis, por causa do alto risco de Salmonela e outras bactérias.
  2. Ovos crus, também pelo alto risco de contaminação.
  3. Carne moída crua, ou aves mal cozidas.
  4. Tofu embalado com água.

Como regra geral, a maioria dos nutricionistas recomenda evitar certas comidas durante a quimioterapia devido à alta chance de contaminação:

  1. Alimentos crus ou mal cozidos, como carne, peixe, frutos do mar, salmão defumado, sushi, sashimi, aves, ovos, salsichas, carnes, tofu, linguiça e bacon.
  2. Alimentos que contenham ovos crus, como maionese caseira.
  3. Queijos moles como Brie, Camembert, Roquefort e Gorgonzola.
  4. Mel cru.
  5. Cerveja não pasteurizada.
  6. Levedura de cerveja crua.

Além disso, evite comer em lugares que não tenham condições adequadas de higiene.

  • O que comer quando você está desidratado

Manter-se hidratado é muito importante durante todo o tratamento. O ideal é beber de 8 a 12 copos de água por dia, mas se você estiver com efeitos colaterais como diarreia e vômitos, talvez você precise beber um pouco mais do que isso. Converse com o seu médico sobre a quantidade de água recomendada.

Uma maneira de saber se você está bebendo água suficiente, é pela urina. Se sua urina estiver mais transparente, provavelmente você está bebendo bastante água. Se sua urina estiver escura, mais concentrada, significa que você está bebendo menos água do que deveria. Tente aumentar a quantidade de água e demais líquidos.

Se durante o tratamento você tiver efeitos colaterais como diarreia ou vômitos, talvez você fique desidratado. Se você estiver sentindo dor, você pode acabar comendo e bebendo menos, o que também pode levar à desidratação. Um dos primeiros sinais de desidratação é a fadiga, seguido por boca seca, tonturas, fraqueza, pele seca, entre outros. Converse com o seu médico caso tenha algum sintoma de desidratação.

Como se manter hidratado:

  1. Beba bastante líquido. Água, sucos de fruta pasteurizados e leite são boas opções para se manter hidratado durante o tratamento.
  2. Beba café com moderação. Bebidas com cafeína, como café, chás e refrigerantes a base de cola, agem com diuréticos. Não confie em bebidas cafeinadas como sua única fonte de água.
  3. Ingira alimentos com alto teor de água. Melão, uva, morango, melancia, brócolis, couve flor, repolho, berinjela, alface, espinafre e tomate são 90% compostos por água. Sopas, picolés e gelatina também são ricos em água.
  4. Experimente colocar fatias de limão ou laranja na água, para mudar um pouco o sabor.
  5. Mantenha um copo de água sempre por perto durante o dia e a noite, para lembrá-lo de beber.

Dicas para gerenciar a desidratação:

  1. Não beba muito de uma vez só. Tome aos poucos, durante o dia todo.
  2. Chupe pedaços de gelo, ajuda a manter os lábios e a boca úmida.
  3. Coma alimentos ricos em água.
  4. Mantenha sempre uma garrafa de água ou suco por perto.


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2018 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive