Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Ciclismo ajuda empresário a lutar contra o câncer

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 28/01/2019 - Data de atualização: 28/01/2019


O ciclismo sempre fez parte da vida de Alexandre Pacheco. Primeiro, aos 11 anos, com passeios entre os bairros do Sumaré e Ibirapuera, sem o conhecimento dos pais. Depois com rotas maiores, de 40 a 50 quilômetros à noite, que, segundo ele, deram origem aos 'Night Bikes', grupo de ciclistas que até hoje passeia por São Paulo.

Com o casamento, o filho e a correria do dia a dia, a bicicleta superequipada ficou aposentada por um tempo, mas em 2015, aos 40 anos, o exercício se tornou uma rotina e os resultados passaram a motivar o empresário a levantar todos os dias para pedalar. Uma das recompensas veio após um réveillon, em São Sebastião, quando pedalou 38 quilômetros.

No dia 3 março passado, Alexandre foi diagnosticado com câncer no pulmão. "Não aguentei manter o ritmo em uma subida e cuspi sangue", relembrou. Um tumor de 11 centímetros causou insegurança, medo, mas não o impediu de continuar seu exercício físico preferido. E o amor pelo esporte foi retribuído na hora do tratamento.

As sessões de radioterapia e quimioterapia foram 'combatidas' três vezes por semana com 150 quilômetros de bicicleta. Todo o esforço está dando resultado e o tumor foi reduzido para apenas um centímetro. "O ciclismo me dá força psicológica muito grande", afirmou Alexandre, de 44 anos.

Todo este trabalho médico e psicológico tem a orientação do doutor Raphael Brandão, oncologista clínico especializado no Dana-Farber Cancer Institute/Harvard Medical School.

Alexandre revela que consegue resultados expressivos diante de companheiros bem mais jovens. "O mental é importante para os ciclistas com mais de 40 anos", afirmou o ciclista. "O garoto explode no começo da travessia e abre muita vantagem, mas nos últimos cinco quilômetros fica quebrado. A consciência corporal do veterano é um diferencial para conseguir os melhores resultados." Tudo em nome da saúde.

Fonte: Terra

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive