Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Câncer de ovário

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 15/05/2013 - Data de atualização: 15/05/2013


Considerado pelos especialistas como o câncer feminino mais letal e difícil de ser diagnosticado, o câncer de ovário pode acometer a mulher em qualquer idade, mas é mais frequente entre as mulheres com mais de 40 anos.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), 75% dos casos da doença nesse órgão apresentam-se em estágio avançado no momento do diagnóstico. Por isso, mesmo difícil de diagnosticar precocemente, é de extrema importância que a mulher se mantenha atenta aos sinais emitidos pelo corpo.

"Essa doença não possui sintomas típicos. As mulheres precisam conhecer o próprio corpo e sentir as transformações. Muitas vezes, pacientes que apresentam esse quadro se queixam de dor abdominal, intestino funcionando fora do normal, aumento do volume abdominal e constipação”, explica o oncologista Dr. Rafael Kaliks.

Se diagnosticado precocemente, as chances de cura do câncer de ovário são de cerca de 90%. O Instituto Oncoguia afirma que detendo informações sobre a doença e promovendo o autocuidado em saúde (adoção de hábitos saudáveis de vida, regularidade em consultas médicas e realização de exames e o autoconhecimento do corpo) a mulher estará mais apta a ser diagnosticada precocemente se atingida pela doença.

Conheça os 5 alertas sobre a doença:

Alerta 1- O Câncer de ovário é uma doença bastante comum e silenciosa: É o quinto tipo de câncer mais comum entre as mulheres.

Alerta 2 – O Câncer de ovário é frequentemente diagnosticado tarde: a neoplasia é diagnosticada, geralmente, em estágio avançado. Isso pode ser causado pela falta de conhecimento das mulheres ao identificar os sintomas das fases iniciais.

Os mais comuns são: perda de apetite, menstruação irregular, mudança nos hábitos intestinais, dores abdominais persistentes ou por longos períodos e complicações intestinais.

Alerta 3 – Se diagnosticado precocemente, o câncer de ovário tem uma chance maior de cura: Quando o câncer de ovário é diagnosticado em estágio inicial pode ser removido por procedimento cirúrgico, apresentando expectativa de vida maior que 5 anos em 90% dos casos.

Alerta 4 - Conhecer os sintomas da doença pode salvar vidas: Especialistas acreditam que a frequência e a combinação dos sintomas pode ser um aviso precoce do câncer de ovário. Por isso, o Instituto Oncoguia reforça a importância do autoconhecimento de sua saúde, ou seja, de entender os sinais que o corpo dá quando algo não vai bem. Apresentando um ou mais sintomas citados abaixo com frequência, é imprescindível que a mulher visite o ginecologista de sua confiança o mais breve possível:
 
  • Dores pélvicas ou estomacais persistentes.
  • Aumento do tamanho do abdômen (sensação de inchaço permanente).
  • Dificuldade para comer e sensação de satisfação muito rápida.
  • Cansaço.
  • Sangramento vaginal.
 
Alerta 5 - Existem tratamentos disponíveis para mulheres com câncer de ovário -Existem diversos tratamentos disponíveis que podem ser utilizados combater o câncer de ovário e a definição terapêutica dependerá de um conjunto de fatores.

Para diagnosticar a doença dois exames rotineiros são fundamentais: Medição do marcador tumoral sanguíneo CA 125 (80% das mulheres com câncer de ovário apresentam CA 125 elevado) e ultrassonografia pélvica. "Tomografia computadorizada, avaliação da função renal e hepática, raios-X torácico e exames hematológicos também podem ajudar no diagnóstico dos casos de câncer de ovário mais avançados”, conclui o Dr. Rafael Kaliks.

Matéria publicada no Portal Bolsa de Mulher, no dia 04/10/2012


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive