Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Campanha alerta mulheres com mais de 40 anos para importância da mamografia

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 15/05/2013 - Data de atualização: 15/05/2013


Um alerta contra o câncer de mama. As mulheres com mais de 40 anos devem fazer a mamografia, o exame que pode detectar a doença. A campanha nacional para facilitar o acesso ao exame vai ser realizada em outubro e foi lançada segunda-feira (16) à noite, em Salvador.

A Campanha ‘Dia Rosa’ é promovida por organizações não governamentais e entidades filantrópicas e quer chamar ainda mais a atenção para a prevenção ao câncer de mama.

No Brasil, a previsão para este ano é de 49 casos para cada 100 mil mulheres. Na Bahia, a incidência esperada é de 37 casos para 100 mil. Onze mil e setecentas mulheres devem morrer até o fim do ano vítimas dessa doença em todo o país. Os dado são do Inca - Instituto Nacional do Câncer.

A intenção da campanha é fazer com que cada mulher reserve, pelo menos, um dia por ano para o exame de mamografia e outros procedimentos capazes de detectar a doença na fase inicial.

‘Falar em mamografia é poder falar em detecção precoce do câncer de mama, é poder falar em cura, é poder falar em qualidade de vida. A Campanha Dia Rosa enfatiza a importância das mulheres, principalmente aquelas com mais de 40 anos, que elas saibam que têm que realizar mamografia todos os anos’, alerta Luciana Holtz, presidente do Instituto Oncoguia.

Na Bahia, a Fundação José Silveira, entidade sem fins lucrativos, está entre as instituições envolvidas na Campanha Dia Rosa. Uma das ações previstas é levar uma unidade móvel de atendimento a comunidades distantes.

‘Nós vamos começar pela cidade de Salvador porque a Fundação tem a sua sede aqui, através das unidades móveis que já existem, triando essas pacientes, incluindo as que estão realmente necessitando fazer os exames e a partir daí, dar acessibilidade a elas para fazer o tratamento. No interior, procuraremos algumas cidades que já trabalhamos, como Jequié, Santo Amaro, e fazer com que o ‘outubro rosa’, chegue a essas mulheres que têm menos ainda oportunidades de fazer o exame’ diz Socorro Gomes, da Fundação José Silveira.

Fonte: Jornal da Manhã


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive