Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia Sanofi Grunenthal Sirtex Servier Oncologia


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Bruno Covas diz que trabalhar o ajuda no tratamento contra o câncer

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 15/06/2020 - Data de atualização: 15/06/2020


O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), disse que estar trabalhando na prefeitura e no combate ao coronavírus está ajudando a lidar com o seu tratamento de câncer nos gânglios linfáticos. A doença foi descoberta em outubro de 2019, após o prefeito ser internado para um tratamento de infecção na pele.

Na entrevista ao jornal CN Notícias, da emissora de televisão Canção Nova, o prefeito afirmou que manter a saúde mental durante o tratamento contra a doença é fundamental e relembrou uma fala do seu médico após informar o seu diagnóstico.

"A gente sabe que, quanto mais útil a gente é, mais a gente consegue segurar a cabeça. E segurar a cabeça num momento como esse de tratamento é fundamental. Eu lembro do médico quando veio me contar que eu estava com câncer. Ele falou: 'olha, o jeito que você enfrenta isso, o jeito que você atravessa isso, é 90% do tratamento'. Então, poder trabalhar também é uma forma que me ajuda no meu tratamento", explicou Covas.

O prefeito comentou que realizou oito sessões de quimioterapia que fizeram "sumir" dois dos seus três tumores. Desde fevereiro deste ano, o prefeito realiza imunoterapia — tratamento com o uso de anticorpos monoclonais para estimular o sistema imunológico em sessões que duram cerca de 30 minutos. Segundo Covas, o tratamento "já começou a reduzir o tumor que está sobrando".

O tucano ainda ressaltou que a sua posição de seguir trabalhando no combate à pandemia na cidade de São Paulo e morar na prefeitura ocorreu com o acompanhamento de seus médicos.

"Não fiz nada à revelia e, em nenhum momento, coloquei a minha ação, o meu trabalho, na frente da minha saúde. Fiz os dois conjuntamente. Cuidar de mim e cuidar também de 12 milhões de pessoas, esse é o meu desafio, essa é a minha meta".

Em março, o prefeito anunciou que iria se mudar para o prédio da prefeitura para acompanhar a evolução da pandemia na cidade. Após cerca de 70 dias, na última semana, o político voltou a morar em sua casa, porém, afirmou que se a cidade voltar para a fase crítica da pandemia, ele voltará a morar na sede da prefeitura.

Fonte: UOL

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive