top

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Eisai Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Baile de carnaval anima crianças em tratamento contra o câncer

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 20/02/2017 - Data de atualização: 20/02/2017


Marchinha, fanfarra, samba e tecnobrega embalaram o 1º Bailinho do Bem do Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém, realizado no sábado (18). Gaby Amarantos, Lia Sophia e Arthur Espíndola cantaram para as crianças. A festa foi realizada na brinquedoteca da unidade, que ganhou uma decoração especial para receber pacientes e acompanhantes.

Para o músico Arthur Espíndola, a visita ao Hospital Oncológico Infantil foi um momento muito especial. "Estou muito feliz em ver a alegria das crianças, dos pais, dos colaboradores que cantaram com a gente. Foi um momento de alegria em uma jornada muito dura. E poder trazer um pouco do que faço, do talento que Deus me deu, me deixa muito feliz”, contou Arthur.

A cantora Lia Sophia também considerou o momento como especial. "É um presente para mim participar e contribuir um pouquinho para essas crianças, que estão nessa luta. Vamos todos fazer nossa parte, doar nossa alegria para eles”, falou.

A adolescente B. H., de 17 anos, que faz tratamento na instituição há oito meses, era uma das mais animadas no evento. Para a sua mãe, Vanessa Rodrigues, ações como essa ajudam a promover o bem estar e amenizar o sofrimento de crianças e adolescentes que lutam contra o câncer na unidade. "Nessa hora, eles esquecem todos os problemas e curtem o momento. E, como vejo minha filha feliz, eu também fico”, comentou a acompanhante.

Segundo a coordenadora de Humanização do Oncológico Infantil, Paula Viana, a programação faz com que os pacientes se sintam parte do que acontece fora do hospital. "Quem está internado na unidade, vê que fora está acontecendo o Carnaval, uma das principais festas brasileiras, e nem imagina que poderia acontecer aqui também. Então, é legal a gente trazer essas atividades para que as crianças possam viver essa alegria também e lembrar que não são pessoas que estão simplesmente doentes, mas são sujeitos, e que a vida existe muito além da doença”, explicou a coordenadora.

O 1º Bailinho do Bem do Oncológico foi promovido em parceria com a organização não governamental No Olhar e o grupo de voluntários Flores de Kahlo. A coordenadora de campanhas da ONG, Patrícia Gonçalves, falou da alegria em poder contribuir. "O mais importante nessa vida é espalhar amor. Nós estamos aqui para plantar essa semente e, também, mostrar que se a gente aplicar o respeito à vida em pequenas ações do dia a dia, é possível transformar esse mundo em um lugar melhor”, contou Patrícia.

Para a diretora geral da unidade, Alba Muniz, é primordial que as crianças e adolescentes tenham uma vida normal durante o tratamento. "Aqui é um lugar de vida, no qual o nosso afeto e um trabalho humanizado promovem o bem estar e a consequente recuperação. Queremos sim espalhar alegria”, revelou a diretora.

Gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), a unidade possui 60 pacientes internados, e cerca de 650 pacientes em tratamento.

Fonte: G1

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2017 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive