Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Aprovado plano de trabalho do GT sobre a oncologia no Brasil

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 21/05/2021 - Data de atualização: 21/05/2021


Foi aprovado, nesta quarta-feira (19), o plano de trabalho do Grupo destinado a tratar sobre os desafios da oncologia no Brasil. Instalado em 28 de abril, o grupo tem previsão de término no dia 10 de dezembro de 2021, com possibilidade de prorrogação.  

O coordenador do grupo, deputado Dr. Frederico (Patriota-MG), destacou dados do Inca de que o câncer é um dos principais problemas de saúde pública no mundo e já está entre as quatro principais causas de morte prematura na maioria dos países. Por isso, defendeu que o diagnóstico precoce aumenta as chances de cura e, aliado ao tratamento adequado, garante boa qualidade de vida aos pacientes.  

O deputado também apresentou dados do Instituto Oncoguia de que no ano de 2020, com o sistema de saúde voltado para tratar os pacientes com Covid-19, o Brasil registrou queda no número de exames usados para o diagnóstico de câncer. Informou que em 2019 foram realizadas 737,8 mil biopsias, já em 2020 somente 449,2 mil.  

A relatora do Grupo de Trabalho, deputada Tereza Nelma (PSDB-AL), apresentou os temas preliminares a serem debatidos. Conforme o plano de trabalho apresentado, será debatido o panorama da situação do câncer no Brasil; os resultados de auditorias do Tribunal de Contas da União sobre o diagnóstico e tratamento do câncer; os efeitos da pandemia da Covid-19 no diagnóstico e tratamento do câncer no Brasil; o diagnóstico do câncer de mama e do câncer de colo uterino no Brasil; a implementação da Portaria nº 3712, de 22 de dezembro de 2020 e o tratamento do câncer de mama no Brasil.  

Também serão debatidas as políticas públicas, iniciativas e programas federais para custeio e fortalecimento às ações integradas para rastreamento, detecção precoce e controle do câncer no SUS; a situação e desafios da oncologia pediátrica no País; o diagnóstico e tratamento do câncer de próstata no Brasil; os modelos de financiamento em oncologia; modelos de financiamento em oncologia e a incorporação de novas tecnologias em oncologia.  

A deputada Flávia Morais (PDT-GO) enfatizou que o plano de trabalho foi muito bem elaborado e irá atingir muitas metas importantes. Na ocasião, também pediu apoiamento para pautar o Projeto de Lei 6330/2019, que altera a Lei nº 9.656, de 1998, para ampliar o acesso a tratamentos antineoplásicos domiciliares de uso oral pelos usuários de planos de assistência à saúde. Ela explicou que o parecer aproveita o texto aprovado pelo Senado Federal e não envolve recurso público. A deputada também argumento que é direito do paciente com câncer e não se pode protelar a aprovação da proposta. Informou ainda, que será apresentado requerimento nesta quinta-feira (20), na Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF), pedindo a inclusão da proposta na pauta.  

A deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC) informou que o grupo de trabalho vai permitir acompanhar a instalação dos equipamentos do plano de expansão da radioterapia. Quanto ao PL 6330/2019, enfatizou que se a proposta tivesse sido aprovada, muitos pacientes não precisariam se dirigir ao hospital para receber medicação, evitando pegar o coronavírus.  

O Deputado Dr. Frederico (Patriota-MG), se colocou à disposição para tratar junto a deputada sobre a inclusão do PL 6330/2019 na pauta da Comissão de Seguridade. O deputado também informou que vai se esforçar para cumprir cada item do plano de trabalho. Alertou ainda, que o câncer é a doença mais curável do mundo quando encaminhado de forma correta. Por fim, convocou reunião deliberativa extraordinário do GT para o dia 2 de junho, às 14h.  

Fonte: NK Consultores



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive