Especial

Qualidade de vida


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Ajuda profissional

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 16/02/2016 - Data de atualização: 16/02/2016


O primeiro passo na procura de ajuda para um problema sexual é conversar com seu médico. Muitos profissionais de saúde, incluindo os médicos, têm pouca ou nenhuma formação em questões de sexualidade. Eles podem não ficar a vontade ao falar sobre sexo. E muitos médicos não mencionam os possíveis efeitos colaterais sexuais do tratamento. Se o oncologista não pode ajudá-lo, sugerimos que você pergunte a seu médico de confiança ou de família. Se seus médicos não são capazes de ajudá-lo, devem encaminhá-lo a um profissional especializado.

Programas de Reabilitação Sexual

Um hospital ou clínica oncológica pode ter especialistas dentro da sua equipe que avaliam e tratam problemas sexuais. Mas, não sendo o caso, solicite ao seu médico um encaminhamento para outro hospital ou clínica que tenha esse serviço.

Serviços Especializados


Nos últimos anos, escolas médicas e grupos privados tem aberto a discussão sobre como tratar problemas sexuais e a promoção da saúde sexual. Esses serviços oferecem exames médicos e psicológicos. Alguns deles solicitam a participação do casal, mas pode, caso você não esteja num relacionamento estável, se consultar sozinho. Você pode se informar quais os locais e serviços que oferecem este tipo de serviço.

Terapeutas Sexuais


A terapia sexual é um tipo de psicoterapia focada na resolução de um problema sexual. Os terapeutas sexuais acreditam que habilidades para o sexo são aprendidas e que os maus hábitos podem ser corrigidos ao se aprender diferentes técnicas sexuais. Entre as reuniões com o terapeuta sexual, um casal (ou às vezes apenas um dos parceiros) recebe uma série de tarefas para praticarem em casa, que incluem exercícios para ajudá-lo a comunicar-se e desfrutar de mais carícias e toques. Eles também ajudam a reduzir a ansiedade que muitas vezes interfere com uma boa relação sexual.

O terapeuta sexual deve ser um profissional de saúde, por exemplo um psiquiatra, assistente social, enfermeira ou psicólogo, com especialização no tratamento de problemas sexuais.

Outras Terapias

A terapia sexual não é só o aconselhamento que pode ajudar uma pessoa com câncer. A psicoterapia pode ajudar você a se sentir melhor com as mudanças em seu corpo, ajudar você e seu parceiro a se comunicar mais claramente e ensinar como lidar melhor com o câncer e seu tratamento.

O estresse de receber o diagnóstico e realizar o tratamento pode agravar problemas que já existiam na sua relação. Uma comunicação pobre ou tensa com sua parceira pode ser muito desanimadora e frustrante. Neste caso, a terapia de casal pode ser útil se seu parceiro estiver disposto a participar. Terapia individual também pode ajudá-lo a decidir como lidar melhor com o problema.

O custo da terapia varia de acordo com a formação e experiência do profissional, e os convênios podem reembolsar dependendo do tipo de seguro contratado. Uma opção para baratear os custos das consultas é procurar uma escola médica ou universidade que treina psicólogos clínicos e tem uma clínica de psicologia.

Outros Especialistas

Homem com problemas sexuais podem optar por consultar outros médicos, como um urologista com especialidade em medicina sexual. Ele é um médico treinado em doenças do trato urinário e órgãos genitais masculinos com especialização em problemas sexuais.

Quando a causa mais provável de um problema sexual é uma disfunção hormonal, um endocrinologista deve ser consultado. Geralmente, seu médico pode decidir se você necessita de outros especialistas para diagnosticar e tratar o problema.

O que evitar

Homens e mulheres muitas vezes procuram orientação para um problema sexual, consultando com alguém que não é um profissional de saúde. Problemas sexuais são comuns e perturbadores, e muitas pessoas tentam métodos e medicamentos sem comprovação científica. Televisão, revistas, rádio e Internet estão lotadas de anúncios que prometem dar-lhe melhores ereções e mais ímpeto e resistência sexual.

Pergunte ao seu médico o que pode (ou não) usar, principalmente se ainda estiver fazendo o tratamento, já que alguns produtos podem agir junto com os medicamentos administrados e podem ser potencialmente perigosos.


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive