Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

A importância de tomar sua medicação corretamente

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 28/07/2016 - Data de atualização: 28/07/2016


Durante o tratamento do câncer o paciente pode ter uma variedade de medicamentos para tomar em casa, tanto para o tratamento do próprio câncer e/ou para reduzir os efeitos colaterais. Para se ter certeza de obter o máximo de benefícios desses remédios, é importante seguir de forma fiel a maneira como eles foram prescritos pelo seu médico.

É importante mencionar que os tratamentos atuais contra o câncer não se restringem somente à quimioterapia existem outras terapias, como a imunoterapia e a terapia alvo, que também estão sendo utilizadas para o tratamento do paciente oncológico. Por outro lado, a forma de administração também está mudando, a nova tendência é que o tratamento oncológico seja feito por via oral, embora ainda a via venosa seja muito utilizada. O objetivo dessas terapias é que o paciente se sinta mais confortável e seguro com medicamentos específicos e com menos efeitos colaterais.

Erros mais frequentes ao tomar medicamentos

Muitos pacientes não seguem as orientações da prescrição médica. Alguns dos motivos podem ser os seguintes:

  • O paciente pode começar a se sentir melhor e decidir não terminar toda a medicação.
  • Pode ser difícil lembrar os horários e dias em que os medicamentos prescritos devem ser tomados, particularmente quando são vários medicamentos e em horas diferentes.
  • O paciente não vê os seus sintomas melhorarem imediatamente e decidem parar de tomar a medicação, porque acha que não está funcionando.
  • Muitos pacientes não sabem o que fazer se perdem ou pulam uma dose da medicação.
  • Alguns medicamentos são caros, e as pessoas podem pular doses ou tomar menos do que foi prescrito para economizar dinheiro.
  • O paciente não sabe o nome dos medicamentos que está tomando, nem para que foram prescritos.

Siga o horário da prescrição


O seu médico prescreveu medicamentos para tratar a sua doença e seus sintomas de uma maneira específica. No entanto, a medicação será mais eficaz se você seguir as orientações dele.

Aqui estão algumas dicas para obter o maior benefício dos medicamentos que você está tomando:

  • Leia com atenção o rótulo do recipiente do medicamento para se certificar de que é o mesmo e na mesma dose que foi prescrita.
  • Certifique-se com seu médico sobre o nome do medicamento, a dose e os horários que deve ser tomado.
  • Tome sua medicação sempre no mesmo horário, por exemplo, na hora do café da manhã ou almoço.
  • Use um dispositivo para organizar seus medicamentos e evitar esquecer uma dose. Dessa forma terá um controle maior se tomou (ou não) seus remédios naquele dia. 
  • É importante que você conserve o recipiente e a caixa dos medicamentos para evitar esquecimentos e confusões. Os nomes deles podem ser muito parecidos e são difíceis de memorizar.
  • Crie um calendário gráfico para manter o controle de quanto e quando você toma a sua medicação.
  • Tenha um lembrete diário, por exemplo, um quadro de avisos ou na geladeira, para ajudá-lo a lembrar de tomar a sua medicação.
  • Use a tecnologia para te ajudar a lembrar, por exemplo, configure um lembrete no seu celular que avise que está na hora de tomar determinada medicação.
  • Peça ajuda à família ou amigos se você acha que não vai se lembra de tomar seus medicamentos.

Evitando possíveis interações medicamentosas

Interações medicamentosas ocorrem quando uma medicação reage com outro medicamento ou suplemento que você está tomando ou com algum alimento ou bebida que você consumiu ou ainda com outra condição médica. Por exemplo, o suco de toranja interfere com uma série de medicamentos. Esta interação pode provocar efeitos colaterais inesperados, reduzir ou aumentar o efeito do medicamento no seu organismo.

Antes do início do tratamento, crie uma lista completa de todos os medicamentos que está tomando e discuta esta lista com seu médico. Você deve incluir todos os medicamentos prescritos, incluindo os que não necessitam de prescrição médica, por exemplo, anti-inflamatórios e analgésicos leves, suplementos alimentares, como vitaminas ou ervas.

Isto é importante para garantir que nada irá interferir com a eficácia do seu tratamento contra o câncer. É importante manter uma cópia desta lista em algum local caso você perca a original.

Além disso, todos os medicamentos possuem bula, que descreve a droga, os seus efeitos colaterais e quaisquer potenciais interações medicamentosas.

Sugestões de perguntas para seu médico

Uma vez que você e seu médico tenham definido seu plano de tratamento, esclareça todas suas dúvidas com ele. Algumas perguntas que você pode fazer:

  • Para que serve este medicamento?
  • Qual a dosagem que terei que tomar?
  • Quantas vezes por dia devo tomar a medicação?
  • Tem um horário específico para tomar a medicação?
  • Preciso tomar a medicação com alimentos ou devo tomar em jejum?
  • Existem alimentos, bebidas, ou outros medicamentos que podem interferir com a eficácia deste medicamento?
  • Posso mastigar ou esmagar os comprimidos?
  • Por quanto tempo vou tomar este medicamento?
  • O que devo fazer se eu esquecer ou pular uma dose?
  • Quais são os efeitos colaterais mais comuns deste medicamento?
  • Como saberei que o medicamento está funcionando no meu caso?
  • O que devo fazer se tiver um efeito colateral inesperado com a medicação?
  • Como e com quem entro em contato em caso de ter outras dúvidas ou uma emergência?

Anote ou peça a um familiar ou amigo para anotar as respostas do médico, assim você poderá mais tarde revê-las e se certificar que esclareceu todas suas dúvidas.


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive