Tipos de Câncer

Câncer de Próstata

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

A importância da prevenção e detecção precoce do Câncer de Próstata

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 18/10/2012 - Data de atualização: 18/10/2012


O Oncoguia conversou com Ewaldo Ivo Horacio Endler, presidente da Associação pela Saúde da Próstata, que enfatizou a importância da prevenção e detecção precoce do câncer de próstata.

Instituto Oncoguia - Por que uma associação pela saúde da próstata?

Ewaldo Endler - Em primeiro lugar, pela importância do tema como assunto de saúde. Dentre os tipos de câncer que acometem homens, o da próstata é o de maior incidência, com 49.530 casos em 2008, seguido do câncer de traquéia, brônquio e pulmão (17.819 casos) e estômago (14.080 casos).

Além disso, a queda do índice de natalidade no Brasil, constatada a partir da década de 90 do século passado, desencadeou um processo irreversível de envelhecimento da população brasileira. Atualmente o Brasil tem 65 milhões de homens com idade acima de 45 anos, número esse que irá dobrar nos próximos 20 anos. Como a incidência do câncer da próstata está diretamente relacionada à idade, haverá um grande crescimento no número de casos, exigindo investimentos que devem iniciar de imediato para que o sistema de saúde esteja adequado à demanda crescente de serviços.

Por último, temos o fato de que não existe hoje no Brasil uma entidade que represente os interesses desses pacientes.

Instituto Oncoguia - Quais os objetivos da associação?

Ewaldo Endler - A Associação pela Saúde da Próstata é uma entidade leiga, de pacientes. É uma associação sem fins lucrativos que tem por missão orientar e auxiliar homens para que tomem decisões fundamentadas a respeito da saúde da próstata nos aspectos de prevenção, diagnóstico, tratamento e quanto à recuperação social e familiar dos pacientes, por meio de educação, suporte e exercício da cidadania.

Temos uma parceria com a organização internacional com a US TOO, sendo representantes desta conceituada entidade em todos os países de língua portuguesa.

Instituto Oncoguia - Sabemos que a incidência de câncer de próstata está aumentando a cada ano no Brasil, quais as principais ações da associação em relação a estes números?

Ewaldo Endler - A incidência está aumentando por decorrência do envelhecimento da população, associado à melhoria e maior popularização dos sistemas de diagnóstico. Por outro lado, não temos ainda métodos cientificamente comprovados de prevenção, a não ser a recomendação de que as pessoas tenham hábitos de alimentação e de vida saudável, com a prática de exercícios, combate à obesidade, privilegiar alimentos que contenham substâncias antioxidantes.

Portanto, no momento o foco da Associação está centrado na informação e educação, para que as pessoas adotem procedimentos para a detecção precoce de qualquer patologia da próstata, com visita periódica ao médico urologista e atenção para os sintomas indicadores de possível moléstia.

Instituto Oncoguia - Em sua opinião, quais as principais barreiras que impedem que os homens não cuidem de sua saúde em geral e da saúde da próstata em particular?

Ewaldo Endler - Sem dúvida temos no caso a influência de fatores culturais que levam o homem a não se cuidar e considerar a ida ao médico um sinal de fraqueza. Associa-se a isto a enorme falta de informação sobre o assunto da saúde da próstata, até mesmo entre as camadas mais cultas e esclarecidas da sociedade. Resultado: o homem convive com problemas de saúde de forma geral e não somente da próstata por períodos longos, de 6 a 8 anos, antes de se decidir a consultar um médico. Pior ainda, é muito comum, que ao falar com o médico minimize os sintomas que sente e, até mesmo, não seja franco na descrição de seus problemas.

Instituto Oncoguia - Qual é a importância da informação sabendo que a maioria dos homens não são preocupados com sua saúde?

Ewaldo Endler - Esta é a própria essência do objetivo da Associação: fazer com que homens tomem decisões conscientes e com pleno conhecimento no que diz respeito aos problemas relacionados à saúde da próstata. Isto somente será conseguido com mobilização e informação.

Instituto Oncoguia - A realidade do país e o tamanho do Brasil mostram grandes diferenças culturais entre as diferentes regiões. Você acredita que a educação para a saúde da próstata deva ser adaptada para cada uma das regiões?

Ewaldo Endler - O problema não é tão somente relacionado às dimensões do país. Mesmo em cada uma de suas regiões, existem desníveis enormes entre diferentes camadas da população. Este será, sem dúvida, o grande desafio da Associação: desenvolver meios de comunicação e linguagens adaptadas a cada um de seus públicos-alvo.

Instituto Oncoguia - Qual o papel da mulher na saúde do homem?

Ewaldo Endler - A experiência que acumulamos trabalhando com Rotary Clubes, antes mesmo da criação da Associação, já demonstrou que a mulher assumirá papel fundamental no programa. A comunicação deverá privilegiar a mulher na mesma medida que ao homem, pois ela será, na prática, o "agente de saúde” para desenvolver nele hábitos de prevenção e diagnóstico.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive