top
Pacientes

Colunistas


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Eisai Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Medtronic Takeda Susan Komen Astellas UICC


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

A Cura de Morrer para Renascer!

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 15/12/2016 - Data de atualização: 15/12/2016


Nesse texto de final de ano quero trazer um pensamento diferente e uma nova consciência para sua vida! Compartilho aqui o que Aprendi com a Anita Moorjani, autora do livro "Morri para Renascer”.

Quando terminei o tratamento do segundo câncer de mama que tive, aos 40 anos, tive muita dúvida sobre qual o estilo de vida que eu deveria adotar para ter uma vida saudável, inclusive em relação ao meu trabalho.

Escutamos todo tipo de coisa, desde a alimentação, atividade física, questões espirituais, emocionais e tudo mais que lemos em livros, na internet e que as pessoas nos falam no intuito de nos ajudar.

No início me preocupei muito com a alimentação, pesquisei e segui diversas linhas. Mas quando conheci a história da Anita Moorjani comecei a pensar diferente e muita coisa mudou. A história dela é incrível, inclusive pelas transformações financeiras em sua vida.

Quem é Anita Moorjani?

A Anita Moorjani é nascida na Índia e se mudou ainda criança com seus pais para Hong Kong. Ela cresceu em meio a uma mistura das culturas Indiana, Chinesa e Inglesa, pois estudou em colégio britânico. Ela sempre teve muito medo de colocar suas opiniões, do que as pessoas pensavam dela e de desagradar seus pais.

Anita foi diagnosticada com linfoma em 2002, na época ela trabalhava no departamento de Marketing de uma empresa e estava casada. Após quatro anos de tratamentos, a doença havia evoluído, tinha muitos tumores pelo corpo, utilizava oxigênio constantemente para viver e entrou em coma em sua casa. Seu marido a levou imediatamente a um hospital e o médico disse que o caso dela era muito grave, pediu para chamar todos os familiares. Os órgãos do corpo dela estavam entrando em falência e seria questão de dias ou mesmo horas para ela falecer.

A "Experiência de Quase Morte”

Durante o coma ela teve um grande senso de consciência. Ela tinha consciência de tudo o que estava acontecendo e principalmente sentia tudo o que o esposo, a família e os médicos estavam sentindo. A consciência dela continuou se expandir e, embora estivesse com os olhos fechados, ela conseguia ver e sentir tudo o que ela colocava a atenção e a consciência. Pela primeira vez ela teve uma sensação de leveza, de liberdade. Ela estava livre do medo de tudo que cercava o câncer, do medo que ela sentia sobre qualquer coisa e ela percebeu que ela era amada incondicionalmente pelo simples fato de existir e nunca havia se sentido daquela maneira antes.

Com essa expansão de consciência ela encontrou seu pai, que já havia falecido, não sentiu nenhum julgamento,  sentiu exclusivamente o puro amor incondicional. Teve a clareza de como cada vivência que teve a levou aquela situação em coma. Ela teve a clareza de que quando vamos para a outra dimensão deixamos para trás não somente nosso corpo físico, mas também nossa cultura e as camadas de crenças que acumulamos ao longo da vida. Então o pai dela lhe disse: "Agora que você sabe de tudo isso, volte e viva sua vida destemidamente, sem medo!"  

O Retorno do Coma

A princípio ela não queria voltar para o corpo doente, mas ele lhe disse que com essa nova consciência ela ia se curar rapidamente.

Após 12 horas em coma ela acordou e começou a conversar com os familiares, os médicos e a comentar detalhes que ocorreram durante o coma. Os médicos não entendiam como ela poderia saber tais coisas que ocorreram em salas longe do quarto em que ela estava.

Ela começou a melhorar, três dias depois 70% dos tumores do corpo dela tinham diminuído e vinte dias depois os médicos não encontraram mais nenhuma célula de câncer em seu corpo. A visão dela sobre tudo mudou completamente. Ela levou um tempo para compreender o que havia ocorrido com ela e para identificar o novo estilo de vida. Ela não queria mais voltar a trabalhar com o que trabalhava antes. O marido dela também mudou e decidiu abrir um negócio próprio. Então eles se mudaram para um bairro distante e reduziram o custo de vida ao máximo para se adequarem à nova realidade financeira.

Seguir a Intuição Trouxe uma Nova Profissão

Anita começou a seguir sua intuição, seis meses depois escreveu sua história no site da NDERF - Near Death Experience Research Foundation (Fundação de Pesquisa de Experiência de Quase Morte) e também para outros blogs relacionados ao assunto de saúde e bem-estar. Foi fazendo as coisas no seu ritmo. Sua história se espalhou rapidamente pelo mundo e alguns meses depois uma editora americana a procurou pedindo para escrever um livro e começar a participar de ventos internacionais.

Ou seja, seguir a intuição a levou por caminhos profissionais que ela jamais imaginou. Atualmente Anita viaja o mundo todo fazendo palestras e cursos ensinando as pessoas a importância de as pessoas aprenderem a se amarem, a aumentar o amor próprio, que automaticamente faz com que o medo diminua e a vida fique mais leve e alegre.

É divino servir e ajudar as pessoas, mas isso não significa que devemos esquecer de cuidar de nós mesmos. Anita percebeu que o câncer lhe deu permissão para se cuidar, mas depois da experiência de quase morte, ela percebeu que não precisava da permissão de ninguém para poder cuidar de si mesma.

Dez Anos Depois

Neste ano de 2016 fez dez anos que a Anita teve essa experiência, vive sem medo, com muito amor e cuidando de si mesma. Então ela escreveu o segundo livro: "What If This Is Heaven?” ("E Se o Paraíso for Aqui?”). Pois descobriu que viver como ela tem vivido ultimamente tem sido maravilhoso, um verdadeiro paraíso.

Tive a oportunidade de assistir à Anita Moorjani pessoalmente duas vezes em eventos internacionais, a última vez foi em setembro passado na Philadelphia. A energia e a emoção de encontrar com ela pessoalmente é incrível. O primeiro livro está disponível em português e chama-se "Morri para Renascer”, é uma leitura deliciosa. A maneira com que ela descreve toda a experiência, o amor incondicional, nos leva a um estado de gratidão e relaxamento contagiante. Você pode conhecer um pouco mais sobre ela nesse vídeo que coloquei a legenda em português.

Espero que você possa também se inspirar com a história da Anita e refletir sobre seu estilo de vida e expandir sua consciência e prosperidade no próximo ano. Feliz 2017!

Viviane Ferreira



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2017 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive