top

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Eisai Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

[5º FÓRUM] Defensoria Pública e direito cidadão

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 30/10/2015 - Data de atualização: 30/10/2015


O papel da defensoria pública se torna cada vez mais importante para garantir o acesso à justiça. A defensoria é um órgão de inclusão judicial que permite o acesso da população carente no sistema judicial. E o volume de ações é maior principalmente onde existe uma Defensoria Pública bem organizada.

Assim como observado na experiência das associações de pacientes, a maior demanda da Defensoria Pública também diz respeito às questões previdenciárias. "Conseguir uma liminar favorável é só o início da dor de cabeça de um defensor público. Ele consegue uma liminar favorável, mas cadê o leito? O insumo? O procedimento?”, provoca Eduardo Nunes Queiroz (foto), representante da Defensoria Pública do Distrito Federal.

Nunes explica que a Defensoria vem tentando pela via coletiva buscar caminhos para tentar resolver questões como essas diretamente com os atores da administração da saúde. Outro caminho é identificar as demandas que transcendem a pretensão individual para lidar de forma mais racional com as demandas e evitar a judicialização da saúde. "A Defensoria tem consciência de que o judiciário é a porta final para lidar com essas questões e não é a saída que leva à concretização dos direitos. É função institucional da Defensoria a composição extrajudicial dos conflitos, e esse é o vetor que ela busca antes de inundar o judiciário com centenas de demandas”.

É com essa configuração que a Defensoria pode assumir o papel de parceiro importante de pacientes e associações do terceiro setor com ativismo na saúde. "A Defensoria tem uma atuação extrajudicial de tentar uma aproximação, e aí contamos muito com as associações de pacientes, como entidades representativas, para trazer essas demandas. Na atuação coletiva, as entidades são vetores e condensam questões que estão às vezes dispersas. A Defensoria Pública da União está aberta para lidar com isso”, afirma.

Por Sergio Azman/OncoNews



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2017 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive