Espaço do

Familiar


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

[CÂNCER DE NASOFARINGE] Lisiane Oliveira

Compartilhando Experiência



Essa entrevista foi preenchida em 06/02/2018

  • Instituto Oncoguia - Você poderia se apresentar? Lisiane - Tenho 35 anos e 2 filhos, sou casada a 15 anos e feliz. Mas sou filha única e minha mãe a 30 anos atrás conheceu um homem maravilhoso que tornou-se meu pai; sempre me tratou como filha de todo coração e meus filhos como netos legítimos; sou grata a Deus por ter tanto meu pai (71), minha mãe (54) quanto minha avó materna (90) junto a mim ainda. Essa é minha família.
  • Instituto Oncoguia - Quem em sua família tem/teve câncer? Lisiane - Meu pai (padastro a 30 anos) foi diagnosticado a 7 meses com câncer de nasofaringe (rinofaringe), esta realizando tratamento aos trancos e barrancos.
  • Instituto Oncoguia - Sabemos que o diagnóstico de um câncer também tem um impacto grande na família, como você lidou com esse momento? Lisiane - Em primeiro foi um choque imenso, ver que o meu amado pai foi diagnosticado com esse tumor maligno e inoperável nesta idade tao avançada. Chorei bastante e busquei apoio no meu esposo que prontamente ficou ao meu lado. E tento ajudar a minha mãe que esta cuidando dele nesse momento.
  • Instituto Oncoguia - Quais foram os principais desafios enfrentados? Lisiane - O diagnostico sem duvida, o fato de ser inoperável foi horrível pra todos. O trata mento inicial com internação repercutiu também nos cuidados com minha avó que tem 90 anos e necessita de assistência. Agora esta fazendo radio e quimioterapia e ontem colocou a sonda nasal para alimentação, ele esta deprimido e fraco.
  • Instituto Oncoguia - De que forma você ajudou seu familiar? Lisiane - Estando presente; levo ele para passear quando posso; levava coisas que ele queria comer; mostro que estou ali tentando entender a dor dele e ajudar como posso.
  • Instituto Oncoguia - Você buscou se informar sobre a doença? Isso lhe ajudou? Lisiane - Sim, busquei de imediato e, sim, me ajudou muito, até mesmo nas perguntas a serem feitas aos médicos.
  • Instituto Oncoguia - Você buscou apoio psicológico? Se sim, de que forma isso lhe ajudou? Lisiane - Não.
  • Instituto Oncoguia - Após a descoberta do câncer no seu familiar, você ficou mais atento com a sua própria saúde? De que forma você se cuida? Lisiane - Sim, vou ao medico realizo exames periódicos e inclui meus filhos em planos de saúde.
  • Instituto Oncoguia - Que conselho ou dica você daria para um familiar que esta enfrentando o câncer em casa? Lisiane - Força, compreensão ao máximo do seu próprio limite e não esquecer de manter o raciocínio logico.
  • Instituto Oncoguia - Como você conheceu o Instituto Oncoguia? Lisiane - Por acaso, no Google.
  • Instituto Oncoguia - Você tem alguma sugestão a nos dar? Lisiane - Grupos de apoio ao paciente e ao familiar de maneira ativa tanto via Whatsapp quanto presencialmente, nas cidades.


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive